Diretor do Cruzeiro vê Série B de 2021 como ‘mais competitiva

André Mazzuco admite, porém, que desenho da temporada deve facilitar planejamento da Raposa para a competição

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Igor Sales/Cruzeiro

O Cruzeiro não conseguiu subir para a Série A e ficará na Série B para a temporada 2021. Com a missão de subir, a Raposa já começa a ver um cenário tão ou até mais difícil do que o da participação na segunda divisão nacional em 2020.

André Mazzuco, diretor de futebol da Raposa, comentou sobre o assunto. Para o dirigente, a Série B de 2021 encontra mais competitividade do que a edição de 2020, citando times que podem ser rebaixados da Série A (o Botafogo já caiu) e os quatro que vieram da Série C, no caso Remo, Londrina, Brusque e Vila Nova.

“Acho que vamos ter uma Série B mais difícil do que a que já passou. Não só pelos clubes que podem cair da Série A, mas também os que que vieram da C. Mas não vai ser como o ano passado, um ano ‘quebrado’, de pandemia”, declarou Mazzuco segundo o Globoesporte.com.

Para o dirigente, no entanto, o fato de que a temporada 2021 tem um desenho que não terá uma extensão por motivos alheios ao futebol pode fazer com que o planejamento para a montagem do elenco e disputa da Série B sejam melhores para o Cruzeiro.

“É uma temporada na qual saberemos início, meio e fim. Isso dá chance para todo mundo se reorganizar melhor”, disse o dirigente.

LEIA MAIS

Cruzeiro: Diretor de futebol afirma que time não fará ‘grandes investimentos’

(Foto: Igor Sales/Cruzeiro)