Galvão cita evolução de Ceni e avalia ‘final’ entre Flamengo e Inter: “Tem tudo para ser épico”

Narrador da Globo valorizou o momento das duas equipes. Inter e Flamengo buscam o título do Campeonato Brasileiro de 2020

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Reprodução/SporTV

A partida entre Internacional e Flamengo pela 37ª rodada do Brasileirão será o grande alvo das atenções deste fim de semana. Para o narrador Galvão Bueno, do Grupo Globo, o duelo pode ser um dos mais marcantes dos últimos anos.

Leia mais: Libertadores deve sofrer mudança importante durante a próxima edição

Durante o programa Seleção SporTV, Galvão ressaltou que o duelo, que pode valer o título nacional para o Internacional ou levar a decisão para a última rodada, será histórico.

“Esse jogo de Inter e Flamengo será épico. É um confronto entre o último campeão brasileiro contra o campeão invicto de 1979 que é o Internacional. Equipes com propostas muito distintas de se jogar futebol em um palco como Maracanã. O Flamengo é o time de posse de bola e presença no campo do adversário, o Inter é um time físico de marcação forte e muito veloz nos contra-ataques”, disse Galvão.

“Em algum momento cheguei a dizer que o trabalho do Rogério Ceni decepcionava, agora sinto a mão dele nesse time com Arão na defesa e um meio de campo habilidoso. Quem é que tem um elenco como o do Flamengo e quem é que tem essa força do Inter que só o Abel Braga pode transmitir? Esse jogo tem tudo para ser épico”, completou Galvão Bueno durante o programa do SporTV.