Após final “horripilante”, Hamilton se diz pronto para temporada equilibrada na F1

Britânico admite que o público gosta de boas disputas e vê hoje a Mercedes atrás da Red bull

Fernando Cesarotti
Jornalista, professor universitário e fã ardoroso de qualquer esporte. ,

Crédito: @lewishamilton/Twitter

Lewis Hamilton não escondeu que preferia uma vitória mais tranquila no GP do Bahrein. Ultrapassado por Max Verstappen a três voltas do fim, ele recuperou a ponta por ordem da direção de prova, já que o adversário saiu da pista e obteve um benefício irregular, e venceu de forma apertada, com menos de 1s de vantagem e o piloto da Red Bull na cola até o último metro.

“Olha, o final foi horripilante, não foi nada bom. O carro estava saindo de traseira, os pneus de Max eram mais novos e eu sabia que ele ia me alcançar. Achei que seria impossível segurá-lo, como de fato foi, mas aí ele saiu da pista. Mesmo assim, até o fim foi preocupante”, afirmou o britânico.

O heptacampeão venceu as últimas quatro temporadas, sendo que em 2019 e 2020 o título veio com muita facilidade, num domínio total da Mercedes. Mas já pensa que o restante de 2021 será mais parecido com 2017 e 2018, quando lutou praticamente de igual para igual com a Ferrari, só que desta vez com a Red Bull como adversária.

“Essa temporada começou como uma das mais duras, certamente. O ritmo da Red Bull é forte. mas ainda precisamos ver como será nos próximos circuitos”, prosseguiu. “Vamos trabalhar duro para chegar perto deles.”

Alegria para o público

Hamilton sabe, contudo, que os torcedores gostam de campeonatos e provas emocionantes, cheios de disputas e alternativas. “Estou feliz pelos fãs, porque é algo que eles sempre esperam. Mas temos um longo caminho, ainda são 22 corridas”, lembrou.

A próxima será o GP da Emilia Romagna, no circuito de Ímola, na Itália, em 18 de abril. A pista voltou ao calendário no ano passado, depois de muitos anos fora, e as memórias são boas para Hamilton, que venceu a prova. Max Verstappen abandonou depois de rodar por causa de um pneu furado.

LEIA MAIS:

Hamilton sai na frente na briga pelo octacampeonato; veja a classificação

Verstappen lamenta segundo lugar no Bahrein e pede melhor estratégia