Minas e Praia Clube avançam à final da Superliga Feminina de Vôlei

Clássico mineiro irá reeditar a última final do campeonato, disputada na temporada 2018/2019

Thiago Chaguri
Colaborador do Torcedores

Crédito: William Lucas/Inovafoto/CBV

Itambé/Minas e Dentil/Praia Clube decidirão a Superliga Banco do Brasil de Vôlei. Os clubes rivalizaram na final da última edição do campeonato pela temporada 2018/2019 e também na Copa do Brasil deste ano, em fevereiro, onde o Minas conquistou os títulos em ambas as competições. A temporada 2019/2020 da Superliga foi cancelada devido a pandemia da covid-19.

Após os confrontos das quartas-de-final realizados nas cidades dos clubes, os quatro times de melhor campanha da temporada regular não deram chances para o azar e avançaram. Ao contrário da fase anterior, as semifinais foram realizadas no sistema de “bolha” na sede da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), em Saquarema (RJ). A primeira partida das séries ocorreu na sexta-feira (26) e a segunda neste domingo (28).

Como foram as semifinais

Osasco São Cristóvão Saúde (2º) x Dentil/Praia Clube (3º)

Com duas viradas na liderança dos sets e direito a tie-break, o Praia bateu Osasco por 3 sets a 2, com parciais de 25/21, 19/25, 18/25, 25/17 e 15/12, em 2h50m de jogo. Jaqueline, ponteira do Osasco, saiu lesionada logo no início. As duas equipes oscilaram muito, vencendo os sets por uma boa margem de diferença para as adversárias. No desempate houve muito equilíbrio até o fim, porém o Praia Clube foi mais eficiente.

Pelo clube paulista, excelente atuação da oposta Tandara com incríveis 34 pontos. Há de se destacar também a exibição da líbero Camila Brait, dando suporte com defesas incríveis. O time de Uberlândia contou com grande contribuição da oposta dominicana Brayelin Martinez e seus 22 pontos. A central Carol anotou 17 pontos, sendo expressivos nove em bloqueios, além de um papel fundamental no set de desempate.

Jogo 2

Avassaladora, a equipe mineira não tomou conhecimento e despachou um irreconhecível e apático Osasco por 3 sets a 0 (25/12, 25/18 e 25/22), carimbando em grande estilo sua vaga para a final. Somando-se os triunfos no quarto e quinto set da partida anterior, o Praia engatou cinco parciais vencidas consecutivamente. Tandara novamente comandou a pontuação, desta vez com 17. Carol foi a destaque da imponente vitória com 15 pontos e, assim como no primeiro encontro, levou o Troféu VivaVôlei de melhor jogadora da partida.

 

Itambé/Minas (1º) x Sesi/Bauru (4º)

Marcada para iniciar às 21h30, a partida atrasou por conta da longa duração do jogo anterior, além do tempo necessário para o cumprimento dos protocolos de desinfecção da quadra. Já na madrugada de sábado (27), após muito equilíbrio nas duas primeiras parciais, o Itambé/Minas impôs seu ritmo e venceu por 3 sets a 1 (25/22, 24/26, 25/19 e 25/17).

A ponteira Tifanny e a oposta naturalizada azerbaijana Polina Rahimova tiveram belas atuações pelo lado do Sesi/Bauru. Porém, os 22 e 20 pontos respectivamente,  não foram suficientes para conter o time mineiro. A levantadora Macris atuou muito bem na distribuição acionando a central Thaisa, que fez um grande jogo anotando 21 pontos, além de contribuir para a ótima atuação de Pri Daroit. A ponteira também guardou 21 pontos e levou o Troféu VivaVôlei.

Jogo 2

Repetindo o roteiro do primeiro embate, Bauru saiu na frente no primeiro set e o Minas faturou o segundo. Mostrando bom repertório ofensivo, a equipe do interior paulista levou a terceira parcial. No entanto, parou por aí. O Minas mostrou sua força, tomou conta da partida e venceu as duas parciais seguintes, fechando em 3 sets a 2 (17/25, 25/22, 17/25, 25/17 e 15/08), encerrando a série e avançando para a final.

Novamente, os destaques do quadro bauruense foram Tifanny, com 24 pontos e Polina Rahimova, 22. A oposta americana Dani Cuttino anotou 22 pontos para o Minas e foi decisiva no tie-break. Thaisa, consistente, marcou 14 pontos e ganhou o Troféu VivaVôlei.

 

Transmissão da final

Confira as datas, com exibição ao vivo do SporTV2:

01/04 (Quinta-feira) – Itambé/Minas x Dentil/Praia Clube – 20h

03/04 (Sábado) – Dentil/Praia Clube x Itambé/Minas – 21h

05/04 (Segunda-feira) – Itambé/Minas x Dentil/Praia Clube – 21h (se necessário)

 

LEIA MAIS:

Superliga Feminina Vôlei entra na reta final com “bolha” em Saquarema

Superliga: Marcelo Mendez não é mais o técnico do Sada Cruzeiro