Gabigol nega ter se escondido de flagrante em cassino clandestino: “Saí de cabeça erguida, como pediram”

Gabigol ainda reconheceu o erro e pediu desculpas pelo ocorrido

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução

Flagrado em um cassino clandestino com cerca de 200 pessoas na madrugada deste domingo (14), em São Paulo, o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo, negou ter tentado se esconder embaixo de uma mesa do local para tentar escapar do flagrante. Em entrevista ao Fantástico, o camisa 9 do clube rubro-negro também reconheceu o erro e pediu desculpas.

“Na verdade, foi um susto muito grande, porque eu estava indo embora. Eu estava entrando no elevador para ir embora, e aí a polícia chegou mandando todo mundo ir para o chão. A gente ficou no chão, como eles pediram, e aí foi um susto muito grande, ninguém esperava que isso fosse acontecer. Eles me encaminharam para uma sala. Lá eles falaram comigo e, como eu falei, eu peguei e ajudei eles no que foi preciso e foi tudo bem”, contou Gabigol.

Sobre a notícia de que teria se escondido embaixo de uma mesa, o atacante negou. “Não, se eu tivesse me escondido, eu não sairia como eu saí. Saí de cabeça erguida, como eles pediram, entrei no carro da polícia como eles pediram, fui para delegacia fazer o B.O, quando eles chegaram, pediram para todo mundo ir para o chão, como qualquer pessoa, eu fui para o chão e fiz o que eles mandaram.”

Gabigol ainda foi questionado sobre o papel de influência que exercer, principalmente para as crianças, e pediu desculpas pelo ocorrido. “Eu acho que o primeiro [o que fica de lição desse episódio] é o aprendizado. Eu acho que, independentemente da idade, da pessoa, todo mundo erra, como eu errei. Acho que faltou um pouco de sensibilidade da minha parte e saber que talvez não era o local ideal para eu estar, mas eu estava lá com os meus amigos, como eu falei, era meu último dia de férias, queria também me divertir e, quando eu percebi que estava um pouquinho a mais de pessoas e poderia ocorrer algum risco, eu estava indo embora. Sendo que a polícia chegou, e eu cooperei com eles.”

“Então eu peço desculpas para torcida do Flamengo, para as pessoas que gostam de mim. Eu creio que eu não sou um cara de aparecer em matérias assim, nem nunca fui um cara de quebrar a pandemia, estive esse tempo todo em casa. Então eu acho que faltou um pouquinho mais de sensibilidade da minha parte, de entender que não era para eu estar ali. Mas como eu falei, eu errei, peço desculpas e segue o jogo”, acrescentou.

Com a programação de se reapresentar ao Flamengo nesta segunda-feira (15), junto com os demais jogadores titulares do clube que receberam um período de férias após a conquista do Campeonato Brasileiro. O atacante falou sobre o protocolo de prevenção do clube e do futebol.

“Eu fiz o exame nesses dias. Estou fazendo exame quase todo dia, então com certeza eu não estou. Com certeza, quando a gente voltar, a gente vai fazer, e eu não estarei (com Covid) porque eu fiz exame nesses dias” completou Gabigol.

LEIA MAIS:
Casagrande cobra Flamengo e detona Gabigol por flagra em cassino: “Não tem a mínima noção do que é ser um ídolo”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes