Corinthians tem duas joias entre tantas promessas

João Victor e Raul são reservas prontos para a briga por uma posição na equipe corintiana.

fernandogalvao
Colaborador do Torcedores

Crédito: Fotos: Agência Corinthians

Fotos: Agência Corinthians

Posso queimar a língua feio, mas acho que o Corinthians pode ter duas joias nesse elenco atual. Jogadores modernos e que só precisam de orientação e bom encaminhamento.

Claro que estou falando de João Victor e Raul. Dois zagueiros modernos. Ufa, o Corinthians consegue produzir algo contemporâneo na sua base!!!!

Os dois tem físicos parecidos e a mesma idade, 22 anos. João Victor tem 1,87 m e Raul, 1,88 m. Um é destro. O outro, canhoto.

Querem mais uma coincidência, os dois sabem jogar pelas laterais. Raul até começou assim e foi puxado para dentro.

Volume de jogo

O que chama a atenção é o volume de jogo que eles propõem. João Victor é rápido nas tomadas de decisões e se apresenta com facilidade na frente.

Participou de 93 ações com bola, com 80% de acerto nos passes e com 50% de vitória nos duelos por baixo e por cima.

Ele me lembra, quando carrega a bola, um rapaz que vi surgir num rival, no fim dos anos 80. Chama-se Cafu.

Calma, não quero comparar tecnicamente. Tem muita água para passar por baixo dessa ponte. Ele só me lembrou no modo de carregar a bola.

Raul já havia me chamado a atenção no domingo passado. Contra o Santos, voltou a jogar muito bem.

Teve o gol, com presença de área em escanteio, mas isso é pouco para analisar o jovem que o Corinthians tem nas mãos.

Foram duas interceptações, um corte, um desarme, ganhou todos os duelos no chão e metade pelo alto.

Chama a atenção pela saída de bola. Raul recebe com corpo pronto para o passe canhoto. No clássico, até errou mais passes do que contra o Ituano.

O novo zagueiro tem qualidade de quem quebra a linha do adversário. E como isso ajuda a saída de bola.

Gente, vocês já se deram conta que o futebol moderno não pode abrir mão disso? Não mais. A dupla está pronta para ser titular? Não sei.

Eles vão errar (Raul até errou duas vezes no clássico em passes que atravessaram o campo por baixo), vão acertar. Mas sobretudo são esperanças para funções importantes e que o Corinthians não tinha. Podem ser uma dupla de zaga. Podem ser laterais…

O Corinthians que trate suas joias como devem ser tratadas. Paciência e gente competente para desenvolvê-los.