Cruzeiro responde sobre polêmica envolvendo negociação de Guzmán

Meia colombiano não veio para o Brasil após acerto com a Raposa; clube pretende agir judicialmente

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Envigado

O Cruzeiro anunciou na última semana a contratação do meia colombiano Yeison Guzmán, do Envigado. Mas uma polêmica pode ‘melar’ a negociação e forçar a Raposa a tomar atitudes para levar o caso possivelmente à Justiça;

Em nota oficial o clube brasileiro explica que Guzmán teria sido ‘influenciado por terceiros’ para não se apresentar à Raposa depois de todo o acerto entre os mineiros e o Envigado pela liberação do jogador. E inclusive do time celeste ter anunciado em suas redes sociais a chegada do atleta.

“Nos últimos dias, entretanto, de forma estranha e distante de qualquer profissionalismo, o staff do atleta passou a não mais atender os profissionais de Cruzeiro e Envigado para a finalização dos trâmites burocráticos, causando enorme desconforto para todos os envolvidos”, diz a nota emitida pelos cruzeirenses.

“Diante do comportamento e da negativa do atleta de honrar com aquilo que foi acordado e formalmente assinado, o Cruzeiro informa que já está tomando todas as medidas cabíveis, resguardado por documentação e arquivos comprobatórios”, completa a nota, que também tem uma pequena declaração de dirigentes do Envigado falando sobre o caso.

De acordo com informação do Globoesporte.com, a não ida de Guzmán teria sido motivada pelo estafe do jogador, por ‘detalhes burocráticos e financeiros’. Já havia durante as negociações um clima não muito bom entre os mineiros e o empresário do meia, que manifestava contra o acordo pelas dificuldades financeiras cruzeirenses. Na negociação, a o clube pagaria R$ 6,5 milhões por 80% dos direitos econômicos.

Confira a nota oficial do Cruzeiro se manifestando sobre o caso Guzmán (extraído do site oficial)

O Cruzeiro comunica que a transação envolvendo o atleta Yeison Guzmán está a partir do presente momento sob os cuidados do nosso departamento jurídico. Mesmo com o acordo tendo sido realizado dentro de todos os parâmetros protocolares, contando com o apoio e profissionalismo da diretoria do Envigado FC, o jogador, influenciado por terceiros, está lamentavelmente descumprindo de forma unilateral com tudo o que havia sido, por escrito, celebrado entre as partes.

É importante frisar que a negociação foi formalmente concluída na semana passada entre Cruzeiro, Envigado e Guzmán, após aceite do jogador e formalização da proposta do Clube, com assinatura do atleta na documentação oficial enviada, dentro dos parâmetros determinados pela FIFA, mesmo que, devido às restrições da Covid-19, os representantes dos clubes não tenham tido a oportunidade de se reunirem presencialmente, uma vez que a entrada de brasileiros na Colômbia está proibida a partir das normas sanitárias da pandemia.

A notícia, inclusive, foi publicada nos canais oficiais dos clubes, de forma simultânea e previamente alinhada, endossada pelo próprio atleta em vídeo destinado para a torcida do Cruzeiro.

Nos últimos dias, entretanto, de forma estranha e distante de qualquer profissionalismo, o staff do atleta passou a não atender os profissionais de Cruzeiro e Envigado para a finalização dos trâmites burocráticos, causando enorme desconforto em todos os envolvidos.

Diante do comportamento e da negativa do atleta, em honrar com aquilo que fora acordado e formalmente assinado, o Cruzeiro informa que já está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis, resguardado por documentação e arquivos comprobatórios.

A diretoria do Cruzeiro continuará trabalhando firme para que os objetivos da temporada sejam alcançados, dando todo o suporte para que a comissão técnica possa desenvolver um grande trabalho dentro das quatro linhas.

Ninguém é maior do que o Cruzeiro.

POSICIONAMENTO DO ENVIGADO FC

“Seguimos acreditando que o Cruzeiro era a melhor opção para o Yeison Guzmán. Esperamos que em um futuro próximo, por nossa boa relação, sigamos fortalecendo nossos vínculos. Para nós, isso é um orgulho, pois consideramos o Cruzeiro uma das maiores equipes do mundo”.
Luis Valero e Ramiro Ruiz