Grosjean fica feliz com 10º lugar em estreia na Indy

Francês não disputava uma prova desde o GP de Sakhir do ano passado, quando se envolveu em grave acidente

Fernando Cesarotti
Jornalista, professor universitário e fã ardoroso de qualquer esporte. ,

Crédito: IndyCar

Romain Grosjean ficou satisfeito com o décimo lugar no GP do Alabama, sua corrida de estreia na Fórmula Indy. O francês terminou a prova em décimo com o carro da Dale Coyne, depois de largar em sétimo.

“Minha primeira corrida, meu primeiro top 10, acho que posso ficar feliz. Até tentei lutar por uma posição melhor, mas fiz o máximo. Acho que aprendi bastante e podemos ficar orgulhosos”, disse. A prova foi vencida pelo espanhol Alex Palou, seguido pelos veteranos Will Power e Scott Dixon.

Grosjean não corria desde o GP de Sakhir da Fórmula 1, no ano passado, quando sofrer um grave acidente e foi retirado de sua Haas em chamas. Acabou se despedindo ali, depois de dez temporadas, porque foi vetado pelos médicos de participar da última prova do ano, o GP de Abu Dhabi, e depois dispensado.

Para melhorar nas próximas corridas da Indy, ele admite que precisa se acostumar a uma diferença: a largada em movimento. “Não fui bem, acabei pego desprevenido, é algo a que preciso me acostumar. Não é fácil pegar o tempo certo, vamos ver e melhoramos na próxima.”

Com contrato para disputar apenas as provas em circuito misto e de rua, Grosjean volta à pista neste domingo, com o GP de São Petersburgo, na Flórida. A transmissão para o Brasil é da TV Cultura.

LEIA MAIS:

Geferson Kern estreia com Indy na TV Cultura esperando “mente aberta”

Espanhol Alex Palou vence primeira prova da Indy, no Alabama