Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-Palmeiras chama Thiago Neves de “frouxo” e ele responde: “Mongoloide”

Thiago Neves foi alvo de críticas após detonar Rogério Ceni por relação com jogadores no Cruzeiro. Meia do Sport respondeu logo em sequência

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro EC

O meia-atacante Thiago Neves foi criticado pelo ex-técnico Toninho Cecílio nas redes sociais. Utilizando sua conta no Twitter, o comandante detonou o jogador por conta de declarações sobre a relação de Rogério Ceni com o elenco do Cruzeiro em 2019.

“Thiago Neves, cala sua boca, seu covarde. Quem é você para falar do (Rogério) Ceni? Eu te contratei para o Palmeiras quando ninguém te conhecia e você deu para trás, com tudo assinado, por causa de dinheiro. Encerra sua carreira calado seu covarde. Frouxo”, publicou Toninho Cecílio.

Logo na sequência, o jogador respondeu os comentários do ex-treinador. “Tá sumidão, hein, amigo! Perdão, mas não me recordo de você. Mas o que é que você sabe do que aconteceu em 2019 onde você não estava? Quer saber melhor, me liga. Rsrsrs. Conseguiu a atenção que queria? Eu hein. Que mongoloide”, respondeu.

Entenda a briga com Thiago Neves

O início da confusão foram os comentários de Thiago Neves sobre o trabalho do Rogério Ceni no Cruzeiro, em 2019, antes da queda para a segunda divisão. O agora jogador do Sport ressaltou que ele não respeitou os atletas que tinham acabado de ser bicampeões da Copa do Brasil.

“Rogério Ceni chegou no Cruzeiro dando porrada em todo mundo na primeira reunião. Ele chamou nove jogadores do time… Edílson, Fábio, Dedé, Egídio, e veio perguntando a idade. Falou que o time era muito velho para o jeito que ele queria jogar. Mas sendo que éramos bicampeões do Mineiro e Copa do Brasil. Calma aí, né? Chega devagar, respeitando”, disse.

“O problema maior dele foi com o Dedé. Ele faltou respeito com o Dedé em uma oração. Azar dele que estava a diretoria toda junta na roda. Ele chegou com o ego muito avançado, se achando demais. (Na oração) o Dedé pediu a palavra. Me defendeu, disse: ‘Rogério, você não precisa ser amigo do Thiago, mas tem que respeitar. Uma coisa te garanto, a gente precisa dele”.

“Ai ele falou: ‘Dedé, quando você terminar sua reuniãozinha você me chama’ e saiu. Todo mundo estava abraçado. O Dedé começou a chorar de nervoso, nunca vi ele tão nervoso. Fábio ficou revoltadíssimo. Ali rachou. O Itair (Machado, ex VP de futebol) falou: ‘Ele não treina mais o Cruzeiro’”, completou Thiago Neves.