Jogador do Arsenal revela problemas mentais e com bebida

Lateral Héctor Bellerín do Arsenal falou sobre sua luta em 2019

Alexander Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Em entrevista ao canal “Timsby”, Héctor Bellerín revelou que no ano de 2019, devido às lesões que o deixaram um bom tempo longe dos gramados, desencadearam problemas com a sua saúde mental e uma dependência alcoólica. Apoiado pela sua família, o espanhol afirmou que foi um momento muito difícil na sua vida.

– Foi a primeira vez que tive uma lesão como aquela (ruptura dos ligamentos do joelho). Eu tinha minha família ao lado, mas não sabia exatamente o que iria acontecer comigo. Eu comecei a beber e não é algo que um atleta deveria dizer, mas é a verdade. Temos nossos problemas de saúde mental. E quando o futebol, que é sua identidade, é tirado de você, é complicado.

O lateral direito, que também pode jogar na ala, ficou oito meses fora dos gramados após o rompimento dos ligamentos do joelho em janeiro de 2019, retornando apenas em setembro. A partir daí, apenas dois meses depois, veio um novo golpe, uma lesão muscular em novembro, que o deixou fora de combate até janeiro de 2020. Passado esse período, o atleta voltou a ser figura importante e constante no onze titular de Mikel Artena no Arsenal.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Formado nas categorias de base do Barcelona, Bellerín estreou com a camisa do clube londrino no ano de 2013 e já computa quase 200 jogos, além de seis troféus: três FA Cups e três da Community Shield. Quatro vezes convocado pela seleção espanhola, o jogador é um dos alvos do seu clube formador, o Barcelona, para a próxima temporada e um dos fatores que podem pesar na sua saída é o Arsenal não ter se classificado para nenhuma competição europeia para 2021/2022.

Leia mais:

David Luiz no Flamengo? O que sabemos sobre o interesse do clube no ex-zagueiro do Arsenal