Quem torce para o Corinthians não pede para perder

Quem ama seu clube jamais vai pedir para ele perder de propósito e eliminar um rival.

fernandogalvao
Colaborador do Torcedores

Foto: Agência Corinthians

Cresci vendo meu time ganhar e perder. Sou de uma época em que perdia mais do que vencia.

Não virei amante de futebol e corintiano (o bom português manda não usar o H) torcendo por derrotas dos meus adversários.

Aliás, sempre me importou pouco quem estava do outro lado do campo. Eu quero ganhar.

Ler, ouvir e saber que tem gente, como o Neto, por exemplo, falando em entregar a partida para classificar o Novorizontino e eliminar o Palmeiras é repugnante.

Ele fez essa insinuação na transmissão da partida de quinta-feira. Talvez, na lógica dele como ex-jogador, isso seja normal.

Para mim, jogador só pensava em ganhar, mas vai saber, não fui profissional e vivo como a maioria de vocês, do amor genuíno de torcedor.

Pensar em entregar um jogo é absurdo. Quem fez e quando fez, que arque com a decisão.

Eu não pago pay-per-view para ver meu time entregar uma partida ou entrar para perder. Aliás, também não preciso de “bicho”, prêmio ou estímulo para torcer pelo meu time.

Falar em entrega é nojento. Até porque esse elenco atual é tão medíocre que nem precisa fazer força para jogar mal. Basta atuar como fez contra River Plate e Peñarol, por exemplo.

Quem ama o clube, torce por vitória sempre. Agora, tem os que preferem torcer contra os outros, tem medo de enfrentá-los, não reconhece a paúra. Aí, é melhor nem sair da cama.