“Se o Cruzeiro tivesse dono, não estaria nessa situação”, afirma ex-dono de time da MLS

Flávio Augusto, que vendeu recentemente o Orlando City, deu seu parecer sobre a crise na Raposa

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial Cruzeiro

O Cruzeiro e sua crise que levou a Série B e a problemas financeiros seguem sendo assunto a ser discutido. Flávio Augusto da Silva, ex-dono do Orlando City (MLS) e Orlando Pride (NWSL) foi o mais recente a falar sobre o caso da Raposa.

O ex-dirigente da Major League Soccer deu entrevista ao ‘Bola da Vez’, da ESPN Brasil e criticou a situação do clube mineiro. Para Flávio Augusto, tal situação não teria acontecido se a Raposa tivesse uma estrutura parecida com a de outras ligas, as quais os times tem donos e são tratados como empresas.

“Se o Cruzeiro tivesse dono, não estaria nessa situação. Se chegasse a uma situação com essa, esse dono venderia para uma pessoa que chegaria lá com grana”, declarou o brasileiro segundo o Superesportes.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O clube mineiro já havia divulgado recentemente que pretende se tornar um clube-empresa. A entidade espera pela regulamentação de uma lei do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) sobre a criação da Sociedade Anônima do Futebol (SAF), que seria a regulação para a criação de empresas que possam gerir o futebol ou até serem donas de times em geral.

O projeto deve ser votado ainda em maio na Câmara dos Deputados. Se aprovado, a Raposa quer ser a primeira equipe do Brasil a se regulamentar como SAF, podendo vender ações para investidores para gerir o futebol.

LEIA MAIS

Contra penhoras na CBF, Cruzeiro oferece sede do Barro Preto em ação