Vice diz que diretoria do Cuiabá decidiu por demissão de Valentim

Treinador foi demitido do Dourado após empate na estreia do Brasileirão para o Juventude

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Cuiabá

A demissão de Alberto Valentim do comando do Cuiabá logo após o empate com o Juventude na primeira rodada do Campeonato Brasileiro causou espanto até pelo fato do time vir do título de campeão do Mato Grosso. Mas os dirigentes do clube apontam suas justificativas para o caso.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em entrevista ao jornal O Globo, o vice-presidente do Dourado, Cristiano Dresch, falou sobre a decisão de demitir o treinador. O dirigente declarou que a saída de Valentim partiu da diretoria e que ‘não é estranha’ para quem não acompanha o futebol do clube.

“A demissão do Valentim partiu do clube. Realmente causa um estranhamento em quem não está acompanhando o time, mas quem assiste aos jogos, não percebe que o time não estava rendendo há um bom tempo”, afirmou Dresch.

Após a notícia de demissão, rumores de uma discussão que teria acontecido após o jogo entre Alberto Valentim e dirigentes do clube e que esta teria influenciado a saída do técnico. foram desmentidos pelo clube foram deementidos nas redes sociais.

A troca de treinador precoce faz com que o Cuiabá só possa trocar mais uma vez de treinador por causa da nova regra da CBF em relação a mudanças no comando técnico dos clubes. Dresch tratou de minimizar os efeitos de tal decisão.

“Tentamos dar uma chance para ver se ia melhorar”, afirmou o vice do Dourado.

LEIA MAIS

Brasileirão: Clubes da Série A já tiveram 15 trocas de técnicos na temporada; veja lista