Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Djokovic e Nadal farão duelo pela semifinal de Roland Garros

Dois dos grandes tenistas de todos os tempos irão se enfrentar pela nona vez nas quadras de Roland Garros

Thiago Chaguri
Colaborador do Torcedores

Crédito: Clive Brunskill/Getty Images

O confronto com maior número de jogos na história do tênis masculino ganhará seu 58º capítulo nesta sexta-feira (11): Rafael Nadal e Novak Djokovic irão duelar pela semifinal de Roland Garros. O espanhol é o maior vencedor da competição com impressionantes 13 títulos, enquanto o sérvio está em busca de seu segundo triunfo em Paris.

Ocupando o panteão do tênis, ambos poderão adicionar outra façanha importante no currículo. Caso Nadal avance à final e vença, se isolará como o maior campeão em Grand Slams com 21 títulos, deixando para trás Roger Federer, com quem está empatado em 20 conquistas.

Novak Djokovic busca diminuir a diferença aos dois rivais. Ao todo, são 18 troféus para o sérvio, que, ao lado de Nadal, é também o maior campeão em Masters 1000, ambos com 36 títulos.

RETROSPECTO É FAVORÁVEL A NADAL NO SAIBRO

Atualmente, Djokovic ocupa o posto de número um do mundo e Nadal é o terceiro colocado. Apesar da ligeira vantagem no confronto geral para o sérvio, 29 a 28, Nadal leva a melhor em Roland Garros. Em oito partidas, são sete vitórias para o espanhol, sendo três em finais, nos anos de 2012, 2014 e 2020.

Nos últimos quatro duelos, somando todas as competições, o “Touro Miúra” venceu três vezes. Em 2019 e 2021 pelo Masters 1000 de Roma e Roland Garros de 2020. Todos em finais dos respectivos torneios e no saibro, sua especialidade. Djokovic venceu a final da ATP Cup em 2020, na Austrália, em quadra de piso duro.

Nadal é o atleta de maior dominância da história em um Grand Slam. Dono de marcas extraordinárias em Roland Garros, faturou 13 vezes a competição (2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2017, 2018, 2019 e 2020). Nunca perdeu uma final no ‘Major’ francês.

Seu retrospecto é assombroso: em 107 jogos, sofreu apenas dois revezes. Djokovic é responsável por um. “Nole” bateu o espanhol em 2015 pelas quartas-de-final. Além do sérvio, apenas o sueco Robin Soderling havia conseguido eliminar Nadal em Roland Garros, em 2009.

Djokovic foi campeão em 2016, porém, amarga quatro vices. Na única vez em que venceu Nadal, em 2015, acabou sendo derrotado pelo suíço Stanislas Wawrinka na final.

A NOVA GERAÇÃO EM BUSCA DO TÍTULO

Pela outra semifinal, duelo dos cabeça-de-chave número 5 e 6. Stefanos Tsitsipas e Alexander Zverev batalharão por uma vaga na final. Ambos vislumbram a possibilidade de conquistar o primeiro Grand Slam de suas carreiras. Tsitsipas nunca chegou a uma final. Já Zverev alcançou a decisão do US Open 2020. No entanto, foi derrotado de virada por 3 sets a 2 pelo austríaco Dominic Thiem.

TRANSMISSÃO

As semifinais de Roland Garros serão transmitidas pelos canais SporTV e BandSports.

11/06

9h50 (horário de Brasília) – Stefanos Tsitsipas (5) x Alexander Zverev (6)

Não antes das 12h30 – Novak Djokovic (1) x Rafael Nadal (3)

 

LEIA MAIS:

Em 08 de junho de 1997, Guga chocava o mundo do tênis

Naomi Osaka desiste de Roland Garros