Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Eurocopa: Eriksen terá aparelho implantado no coração

Jogador teve uma parada cardíaca na estreia da Dinamarca na Eurocopa

Alexander Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação Instagram - @chriseriksen8

A Confederação Dinamarquesa de Futebol divulgou na manhã dessa quinta-feira, 17, que o meia Christian Eriksen será submetido a uma intervenção cirúrgica para que seja implantado um aparelho em seu coração. Para manter a segurança do jogador, uma espécie de desfibrilador será implantado para corrigir distúrbios cardíacos do atleta, que teve um mal súbito no primeiro jogo de seu país na Eurocopa.

Morten Boesen, médico da seleção da Dinamarca, deu detalhes sobre o motivo de Eriksen ter que passar por essa intervenção.

“Após Christian ter sido submetido a diferentes exames no coração, foi decidido que ele deveria ter um CDI (sigla em inglês para Cardioversor Implantável Desfibrilador). Esse dispositivo é necessário depois de um ataque cardíaco devido a distúrbios de ritmo cardíaco. Christian aceitou a solução e o plano, além disso, foi confirmado por especialistas nacionais e internacionais, que recomendam o mesmo tratamento”, afirmou Boesen.

Não há mais informações sobre quando e se Eriksen poderá voltar aos gramados, pois se, por um lado temos o exemplo do holandês Daley Blind, que foi diagnosticado com miocardite e mesmo assim voltou a jogar após passar por procedimento parecido, no outro temos o cardiologista do dinamarquês no Tottenham que afirmou nessa quarta, 16, em entrevista ao jornal AS que acha que dificilmente Eriksen jogará novamente.

Você acha que é seguro o Christian Eriksen voltar a jogar futebol?

Deixe nos comentários o que você acha!

Fique ligado aqui no Torcedores para saber tudo sobre o futebol no Brasil e em todo o mundo da bola!

Leia mais:

Eurocopa: ativista do Greenpeace quase é abatido na Allianz Arena

Eurocopa: capa do L’Équipe causa polêmica após vitória francesa

Goleiro ‘fura’ duas vezes e leva gol bizarro; assista

Mercado da bola: lendário treinador holandês volta à ativa aos 69 anos