Ja’Wuan James registra queixa contra Denver Broncos

Ja’Wuan James não deu colher de chá para NFL e o Denver Broncos, registrando queixa de US$ 15 milhões contra a franquia

Marcelo Rodrigues
Colaborador do Torcedores

A luta de James é para recuperar seu salário por ano em US$ 10 milhões, mas US$ 5 mi garantidos. O offensive tackle vem lutando contra a liga e os Broncos após ser mandando embora depois de sofrer uma lesão no tendão de Aquiles.

Pelo o lado do Denver, a franquia entrou com designação de lesão não relacionada ao futebol, abrindo caminho para o time anular seu salário em 2021. Os Broncos alegam que a atitude foi devidamente correta, após Ja’Wuan ter trabalhado fora das instalações da equipe, indo contra as regras da liga e em meio a pandemia COVID-19.

Através de um e-mail, o NFL Players Association (Associação de Jogadores da NFL) viu a postura da liga para forçar os jogadores a participar de seus treinos involuntários das equipes, e deixou sua indignação saindo em defesa de James. “Foi insensato usar uma lesão grave de um jogador como uma tática de amedrontamento para fazer com que você voltasse correndo para esses treinos.

“Este memorando é mais um sinal do que eles pensam de você (jogador) e também afirma que eles simplesmente querem controlá-lo o ano todo de todas as maneiras que puderem.”

De acordo com James, afirma que estava treinando com companheiros de equipe de uma maneira “especificamente autorizada” pela equipe. Ele também afirma acreditar que as instalações dos Broncos não estavam em conformidade com as diretrizes COVID-19 do Colorado.

Os Broncos e a NFL supostamente se recusaram a comentar a reclamação, que será ouvida em juízo.