Olimpíadas de Tóquio: autoridades determinam 10 mil torcedores por evento

A decisão pode ser revista em situação de piora da pandemia em Tóquio

Gabriela Santos
Colaborador(a) sênior.

Crédito: Tokyo 2020

O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020 determinou o limite de 50% de ocupação por evento para pessoas que moram no Japão.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

O total de pessoas presentes não pode ultrapassar 50% da capacidade de cada arena. Porém, o governo não descartou a possibilidade de impedir a presença do público nos eventos caso tenha um novo estado de emergência em Tóquio.

Em reunião entre as autoridades do governo japonês, do governo metropolitano de Tóquio, do Comitê Organizador Local, do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), a decisão foi tomada.

A cerimônia de abertura que acontecerá no Estádio Nacional seria a exceção, sua capacidade é de 68 mil pessoas. Inicialmente, querem liberar cerca de 20 mil pessoas, mas ainda estão estudando cortes de acordo com informações da imprensa local.

Alguns estudantes participantes de um programa de espectadores e seus respectivos supervisores não estão sendo contabilizados nos limites estabelecidos. Isso pode aumentar significativamente o público que estará presente nas arenas.

A utilização de máscaras será obrigatória para o público permitido que será formado por pessoas que moram no Japão. Terá também, orientações para não gritar ou falar alto, deixar as arenas de forma organizada, viajar direto para as arenas e voltar direito para casa.

O governo japonês pode restringir mais ainda o número de pessoas, dependendo da situação da pandemia no país durante o próximo mês. Por conta disso, adiaram a decisão sobre as Paralimpíadas para o dia 16 de julho.

A população de Tóquio está bem pessimista e os organizadores estão sofrendo pressão para manter o evento sem presença do público. Por não conseguirem conter a disseminação da Covid-19, em uma pesquisa que foi divulgada pelo site Kyodo News, 70% dos entrevistados estão preocupados com a realização dos Jogos.

Entre a população, 40% defende que o evento ocorra sem a presença do público nas arenas. Enquanto 30% pedem para que as Olímpiadas sejam canceladas, a preocupação cresce para 86% dos entrevistados caso a competição aconteça durante o estado de emergência em Tóquio. Foram mais de 2 mil pessoas ouvidas.

Há cerca de dois meses as autoridades decidiram proibir torcedores de outros países. O chefe de gabinete do governo disse: “Se observarmos um aumento no número de infecções por coronavírus, a regra básica é tomar as medidas necessárias e lidar com as Olimpíadas da mesma forma que os outros eventos”.

Os conselheiros médicos têm pedido para que os Jogos sejam realizados sem o público nas arenas esportivas. O país ficou por meses sob estado de emergência restringindo a circulação em eventos esportivos. Por enquanto, apenas 16% da população foi vacinada. Somente 6% estão totalmente imunizados.