Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasil atropela a Coreia do Sul na estreia do vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio

O vôlei feminino brasileiro começou bem nas Olimpíadas, com vitória por 3 a 0 e bom jogo contra as sul-coreanas

Wagner Moreira
Formado em audiovisual, jornalista e analista de mídia. Sou apaixonado por futebol, basquete e automobilismo. Comecei minha carreira escrevendo sobre música e cobrindo eventos culturais, o torcedores.com é a possibilidade de falar sobre os esportes que cresci assistindo e que fazem parte da minha vida.

Crédito: Divulgação / Time Brasil

Donas de duas medalhas de ouro e duas de bronze em Olimpíadas, a Seleção Brasileira feminina de vôlei, vem mais uma vez como uma das esperanças de medalha para o Brasil.

E estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio não poderia ser melhor, 3 a 0, com um jogo intenso e muitos destaques individuais.

O Brasil está no Grupo A da competição com República Dominicana, Japão, Quênia, Coréia do Sul e Sérvia.

Escalações de Brasil e Coreia do Sul para a estreia do vôlei

Brasil: Carol Gattaz, Macris, Gabi, Tandara, Carol, Fe Garay e Camila Brait.

Coreia do Sul: Hye Seon Yeum, Heejin Kim, Jiyoung Oh, Yeon Koung Kim, Su Ji Kim, Jeongah Park e Jin Yang Hyo

1ºset com aula de vôlei

O Brasil começou avassalador no 1º set, com Fe Garay virando tudo, o time de Zé Roberto Guimarães parecia não sentir o peso do primeiro jogo.

Destaque também para o 1º tempo de Macris e Carol Gattaz, que faz sua merecida estreia em Olimpíadas.

A Seleção Brasileira fechou com impressionantes 25 a 11.

2ºset apertado

O 2º set começou com a Brasil no mesmo ritmo e Tandara sendo mais acionada, aos poucos as sul-coreanas entraram no jogo, mas as brasileiras se mantiveram a frente.

Outra jogadora que fez grande partida foi Gabi, com uma grande leitura de jogo e confiança.

A recepção não funcionava como deveria, o que acabou ajudando a Coreia do Sul a se manter próxima no placar.

No final do set Zé Roberto colocou Rosamaria e ela foi decisiva com um bloqueio e um ataque para fechar, 25 a 22.

3ºset

A Coreia veio para o tudo ou nada e abriu no começo do set, obrigando o Brasil a fazer alterações.

Com Rosamaria virando tudo, Gabi e Fe Garay também voltaram para o jogo e as brasileiras encostaram.

Roberta, foi mais uma que ficou em quadra depois de entrar e mudar o ritmo da seleção.

O vôlei do Brasil fluía e as sul-coreanas sentiram o ritmo, 25 a 19 para fechar.

O Brasil pega a Republica Dominicana, dia 27, na sequência da competição.

LEIA MAIS

Olimpíadas: Daniel Cargnin vence israelense e garante medalha de bronze no Judô

Gabriel Medina e Ítalo Ferreira dão show na estreia do surfe nas Olimpíadas de Tóquio

Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb se classificam e Brasil segue com 4 surfistas nas Olimpíadas