Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Eurocopa: 10 jogadores que se destacaram na competição

Com o final do torneio europeu, confira alguns dos jogadores que mais se destacaram nessa edição

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Divulgação/Italy

A Eurocopa 2020 está encerrada, após uma vitória nos pênaltis da Itália diante da Inglaterra, a azzurra conquistou seu segundo título europeu.

Depois de jogos espetaculares, cheio de reviravoltas, muitos jogadores apresentaram um grande desempenho na competição. Confira uma lista com dez jogadores que se destacaram nessa Euro.

Giorgio Chiellini (Itália)

Titular e capitão da Itália, o zagueiro foi impecável mais uma vez com seu fiel parceiro, Bonucci. Os campeões não foram vazados em nenhum jogo da fase de grupos, muito pela atuação segura do capitão.

Mikkel Damsgaard (Dinamarca)

O desempenho do meia da Sampdoria foi tão grande nessa Euro, que despertou interesse do Barcelona, Juventus e Tottenham. A joia levou o seu país até a semifinal da Eurocopa, substituindo muito bem o craque, Christian Eriksen.

Patrik Schick (República Tcheca)

Uma das surpresas dessa Eurocopa, ainda mais quando lembramos suas atuações em clubes que passam longe do momento goleador. Schick marcou cinco gols nessa edição, terminando como artilheiro ao lado de Cristiano Ronaldo.

Gianluigi Donnarumma (Itália)

Gigante debaixo das traves da Itália, foi o herói da semifinal e também na final, sempre crucial nas defesas de pênalti. Há algum tempo é um dos melhores da posição no mundo. Agora no PSG, vai atuar ao lado do compatriota, Verratti.

Raheem Sterling (Inglaterra)

O melhor jogador da seleção vice-campeã, marcou três gols no torneio e sofreu o pênalti polêmico da classificação diante da Dinamarca. Sterling que não estava bem no Manchester City, deu a volta por cima nessa Euro.

Emil Forsberg (Suécia)

Marcou quatro gols no torneio europeu, levando o seu país até as oitavas de final. Com grandes atuações nos quatro jogos, o meia comandou a Suécia.

Cristiano Ronaldo (Portugal)

Se não deu pra levar o titulo dessa vez, “CR7” termina pela segunda vez como artilheiro da Euro, além de se tornar o maior goleador da competição. Foram 4 jogos e 5 gols, mais de um gol por jogo.

Federico Chiesa (Itália)

Chiesa provou que está mais do que pronto pra ser protagonista no futebol. Com grande atuação em todas as partidas da Euro, era quem puxava os ataques da Seleção Italiana, sempre com muita velocidade.

Yann Sommer (Suíça)

Um dos melhores goleiros dessa Euro junto com Donnarumma, foi crucial para a Suíça, principalmente contra a campeã do mundo, França. Levou sua equipe até as quartas de final, fechando o gol em várias partidas. Curiosamente, o goleiro treinava com óculos de sol, tecnologia japonesa para melhorar os reflexos.

Harry Kane (Inglaterra)

Vice-artilheiro da competição, o jogador foi importante principalmente no mata-mata, participando de jogadas e fazendo gols. Por outro lado, sua movimentação constante fora da área, tirou muito da presença ofensiva que o atacante possui.

LEIA MAIS

Euro: algoz da França, goleiro suíço treina de óculos de sol

Eurocopa: Donnarumma é eleito o melhor jogador da competição