Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Conheça a história do Badminton e os países Top-5 em medalhas

Originado na Índia e reformulado na Inglaterra, o Badminton é bastante popular e amplamente dominado por atletas do sudeste asiático

Thiago Chaguri
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/olympics.com

Considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo, o Badminton fará sua oitava participação nos Jogos Olímpicos em Tóquio. Os atletas precisam ter muita velocidade, agilidade e reflexo para trocar os golpes que podem superar os 400km/h. Embora originado na Índia e desenvolvido na Inglaterra, é muito tradicional em países do sudeste da Ásia, cujo os atletas dominam o quadro olímpico de medalhas na modalidade.

A disputa inicia nesta sexta-feira (23) a partir das 21h pelo horário de Brasília. Todos as categorias entrarão em quadra no primeiro dia.

Fabiana Silva, representante brasileira, estreia na madrugada do dia 26 (segunda-feira), à 0h40. Na mesma data, Ygor Coelho jogará às 2h00.

Como é praticado o Badminton?

O objetivo do jogo é fazer com que a peteca passe sobre a rede e caia dentro da área demarcada na quadra adversária;

– Disputados em três games (ou sets) de 21 pontos, vence quem faturar dois games. No caso de empate a partir de 20 a 20, quem abrir dois pontos de vantagem leva o game. Ao persistir a igualdade até o 29 a 29, triunfa quem anotar o ponto de número 30;

– A peteca, que pesa entre 4,74 e 5,5 gramas, é constantemente trocada durante um set. Por ser um jogo com muitos golpes rápidos, rapidamente se desgasta durante a disputa de pontos. Sua confecção é feita com penas da asa esquerda de ganso, pois a ave dorme se apoiando sobre sua asa direita, o que danifica sua plumagem;

– Com 13,40 metros de comprimento, a quadra – feita de material antiderrapante – tem 5,18 metros de largura para o individual e 6,10 para duplas. É necessário haver um espaço mínimo entre a as demarcações além da quadra. 1,00 metro nas laterais e 1,50 metros no fundo;

– A rede tem comprimento mínimo de 6,10 metros e 76 centímetros de altura. O topo da rede deve estar a 1,524 metros do centro da quadra e 1,55 metros sobre a linha lateral de duplas.

O surgimento do esporte

Há referências acerca de 2000 a.C na China e Grécia antiga de jogos envolvendo petecas. Acredita-se que o Badminton seja derivado do “Ti Zian Ji”, uma prática popular entre os chineses, onde, diferente do esporte oficial dos tempos atuais, os jogadores usavam os pés para golpear as petecas.

Pela Idade Medieval, havia uma brincadeira infantil na Grã-Bretanha conhecida como Battledore (raquete) e Shuttlecock (peteca), cujo objetivo era acertar a peteca com a raquete e deixa-la o máximo de tempo possível no ar.

Porém, as origens do esporte remetem à década de 1860. Soldados britânicos alocados na Índia, quando o país era uma de suas colônias, observaram os nativos da cidade de Pone brincar com tacos e bolas de lã e gostaram do formato, adicionando uma rede à prática. Logo, batizaram o jogo em referência ao nome da própria cidade, Poona, além de escreverem algumas regras no ano de 1967.

Em 1873, ao voltarem para a Inglaterra, os oficiais foram convidados para a propriedade rural do Duque de Beaufort, chamada Badminton House, em Gloucestershire. Para se distraírem em uma tarde chuvosa, tiveram a ideia de pegar uma raquete de tênis, colocar penas em rolhas de champanhe e jogar dentro de um grande salão. Outrora denominado Poona, o uso das raquetes e as petecas improvisadas foram os embriões do esporte, que logo recebeu o nome de “O Jogo de Badminton” pelo próprio Duque de Beaufort, em alusão à sua residência.

A criação de federações para organizar o esporte

1877 formou-se o primeiro clube dedicado ao esporte, o Bath Badminton Club, que escreveu suas primeiras regras oficiais, das quais muitas permanecem até hoje. A “The Badminton Association of England” (Associação Inglesa de Badminton) surgiu em 1893. Seis anos mais tarde, em 1899, a entidade organizou a primeira competição amadora da modalidade no masculino e, um ano mais tarde, no feminino.

A IBF (International Badminton Federation, Federação Internacional de Badminton) foi criada 05 de julho de 1934, no Centre Block (Bloco Central) do edifício Bush House, em Londres, com nove federações: Canadá, Dinamarca, Escócia, França, Holanda, Inglaterra, Nova Zelândia e País de Gales.

A Federação aos poucos foi expandindo a prática por muitos países da Europa, alcançando até o continente africano. 1948 foi um ano marcante para a modalidade: ocorreu a primeira competição internacional, a Thomas Cup. A Malásia foi campeã e iniciou a força que o continente asiático, principalmente a China e países que eram suas antigas colônias, tem no esporte até os dias atuais. Oito anos mais tarde, em 1956, aconteceu a Uber Cup pelo feminino. Ambas competições fazem parte do calendário até os dias atuais.

Em 24 de setembro de 2006 a IBF foi renomeada para BWF (Badminton World Federation -Federação Internacional de Badminton).

A modalidade nos Jogos Olímpicos

O Badminton participou como “esporte de demonstração” em Munique 1972 e Seul 1988. Foi efetivado para modalidade oficial em Barcelona 1992 e teve a categoria de duplas mistas adicionada em Atlanta 1996. De lá para cá, participou de todas as edições.

Sistema das competições

A modalidade será realizada no Musashino Forest Sports Plaza, oeste de Tóquio. O início será logo no dia seguinte à cerimônia de abertura, 24 de julho e será disputada até 02 de agosto. Cinco categorias estarão presentes:

Feminino simples

Masculino simples

Duplas feminino

Duplas masculina

Duplas mistas

Torneio de simples

Tanto no masculino quanto no feminino, os atletas serão divididos em grupos. Todos os primeiros colocados avançam para as fases eliminatórias. Os três melhores ranqueados ganham “folga” desta primeira rodada eliminatória e entrarão direto na fase de quartas-de-final

Dez atletas jogarão a primeira rodada desta fase, onde serão cinco duelos. Quem ganhar classifica para as quartas-de-final, onde estarão os jogadores que ganharam a “folga”. A partir daí, sistema simples. Os vencedores vão para as semifinais, onde quem perder duela pelo bronze e quem vencer disputa o ouro.

Torneio de duplas

Cada categoria de duplas contará com dezesseis seleções, divididas em quatro grupos. As duas melhores de cada chave avançam para as quartas de final. Os vencedores avançam para a semifinal, posteriormente haverá a disputa do terceiro lugar e pela medalha de ouro.

Top-5 do quadro geral de medalhas do Badminton em sete edições olímpicas

China

18 ouros, 8 pratas e 15 bronzes

Indonésia

7 ouros, 6 pratas e 6 bronzes

Coréia do Sul

6 ouros, 7 pratas e 6 bronzes

Dinamarca

1 ouros, 3 pratas e 4 bronzes

Japão

1 ouro, 1 prata e 1 bronze

 

LEIA MAIS:

Olimpíadas de Tóquio: conheça o basquete 3×3, um dos esportes estreantes

Olimpíadas: Conheça a história, o calendário e os países medalhistas do Softbol

Olimpíadas: Tenista Naomi Osaka acende a pira olímpica de Tóquio

Olimpíada de Tóquio: Veja como foi a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos