Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

5 erros que os apostadores em esportes precisam evitar a todo custo

As apostas esportivas são uma realidade cada vez mais comum entre os fãs de esporte – seja no futebol ou qualquer outra modalidade. Com a expectativa de que a atividade passe por uma regulamentação no Brasil nos próximos anos, é natural que o número de apostadores cresça ainda mais.

Redacao Torcedores
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Divulgação/Pixabay

Existem pessoas que conseguem viver exclusivamente de seus rendimentos em apostas, mas isso exige muito mais do que ter sorte na hora de fazer uma entrada, seja ao vivo ou no pré-jogo: além de muito estudo, é preciso evitar algumas “armadilhas” que as apostas esportivas proporcionam.

Se você está começando nas apostas, ou se já aposta há algum tempo mais não consegue ter lucros consistentes, confira abaixo uma lista com os erros mais comuns nesse mercado e fique atento para não os cometer. 

Apostar sem um planejamento de banca

O primeiro erro diz respeito ao planejamento de sua banca. Isso porque o caminho mais rápido para quebrar é justamente fazer apostas sem qualquer parâmetro – ou seja, fazer investimentos de forma aleatória, sem levar em conta o tamanho de seu bankroll. É muito comum que investidores iniciantes coloquem porcentagens muito altas de sua banca em apostas que parecem “certeiras”, mas acabam quebrando rapidamente.

Por isso, é fundamental estabelecer um limite para sua entrada, que não ultrapasse 2% do valor total da banca. Isso permite que, em caso de perdas, o apostador possa recuperar no médio e longo prazo e se manter sustentável em sua conta na casa de apostas.

Tentar recuperar prejuízos de qualquer forma

Por melhor que você seja com palpites, não se engane: as derrotas virão, e com elas, as perdas financeiras. Cabe a um bom apostador saber lidar com esses prejuízos, e o erro mais comum é tentar recuperar o dinheiro perdido em qualquer entrada, sem uma análise realmente aprofundada sobre aquele evento em questão.

Até mesmo apostadores experientes cometem esse erro por agir de cabeça quente na hora da perda e deixar o coração falar mais alto em detrimento da razão. Na maioria das vezes, isso acaba causando mais perdas e vira uma “bola de neve”, até que o inevitável acontece: a quebra.

Apostar sem conhecer o mercado

Embora a variedade de competições seja grande, um dos maiores erros é colocar dinheiro em risco em ligas do qual não se tem nenhum conhecimento estatístico. Se você quer ter lucro com apostas no Campeonato Espanhol, por exemplo, é importante que saiba alguns dados básicos, como a média de gols por partida, a taxa de vitórias de visitantes, a frequência com que ambas equipes marcam, entre outros números que certamente vão balizar as apostas.

Esse é um erro bastante comum quando se trata de entradas ao vivo. Na sede por “ganhar alguns trocados” de maneira rápida, muitos acabam colocando dinheiro em mercados que sequer conhecem, como escanteios (no caso do futebol), por exemplo. Ainda que essa prática dê certo em algumas vezes, é pouco provável que se sustente no médio e longo prazo, uma vez que a tendência ao apostar em mercados sem conhecimento é prejuízo na certa. 

Escolher a plataforma errada 

Tão importante quanto escolher as odds certas é acertar na plataforma na hora de criar conta em um site de apostas. Existem centenas de casas disponíveis, cada uma com suas vantagens e desvantagens, e cabe ao apostador definir qual operador mais se adequa ao seu estilo de apostas, qual oferece os bônus mais atrativos e qual apresenta maior variedade de mercados.

Não existe uma fórmula mágica que define qual a melhor casa de apostas, uma vez que são diversos critérios que dependem dos gostos e preferências de cada um. Mas cuidado: nem sempre aquela casa que aparece em um comercial de televisão é a mais indicada para o seu estilo de apostas.

Apostar no time do coração

Outro erro muito comum é apostar em jogos do seu próprio time. Por mais estudos que você faça a respeito do jogo, das estatísticas de sua equipe e do próprio adversário, esse tipo de entrada sempre tem um pingo de parcialidade – ou seja, não são decisões puramente técnicas. Afinal, quando se trata do time do coração, quem tem a coragem de apostar contra?

Pior: muitos acabam depositando muita fé no próprio time e apostando a favor mesmo que as análises de probabilidade indiquem o contrário, o que acaba gerando prejuízos. Isso não quer dizer que é proibido apostar no próprio time – muitos apostadores até preferem, pelo fato de acompanharem a equipe de perto com maior frequência. Porém, mesmo aqueles mais experientes podem acabar influenciados pela torcida e supervalorizar algumas estatísticas.