Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Calote? Pai de Neymar parou de pagar mansão após briga, diz vendedor à Justiça

Litígio judicial é referente a uma compra de imóvel feita pelo pai do jogador, em Barueri

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 28 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Matthias Hangst/Getty Images

O pai do atacante Neymar parou de pagar as parcelas da compra de uma mansão, em Barueri, depois que uma batalha judicial referente ao imóvel se instaurou. É o que disse o vendedor da propriedade, Marcelo Arjona, à Justiça. A informação é do repórter Diego Garcia, do site UOL.

“Com a presente demanda judicial, o senhor Neymar (o pai) não pagou os demais valores e não irá pagar até que a presente demanda, seja resolvida”, diz Arjona.

De acordo com o portal de notícias, Arjona apontou ao Judiciário que se considera o real proprietário da mansão.

Os argumentos do comerciante são, primeiro, que a compra e venda da propriedade não foi assumida, integralmente, pela família de Neymar Jr e, segundo: os pagamentos foram interrompidos.

Além disso, ele disse entender que possui legitimidade para responder em juízo quanto a imóvel e afirmou que a abertura do processo pelo condomínio da mansão tem o objetivo de arranhar a imagem do jogador.

Ainda segundo o UOL, a entrada de Arjona no litígio judicial ocorreu sem citação da Justiça. O poder judiciário já tinha rejeitado fazer tal ato após solicitação do pai de Neymar.

Justiça contraria pai de Neymar

O familiar do atleta se disse vítima. Além disso, pediu quebra do contrato e devolução de todos os valores já pagos na compra do imóvel.

O pai de Neymar afirma que comprou a propriedade já pronta. Não realizou qualquer reforma.

Ele avalia que o produto foi vendido com problemas e o condomínio sabia disso. Responsável por julgar o caso, a juíza Anelise Soares discordou e disse que é necessário a abertura de um novo processo.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“O requerido (pai de Neymar), crendo haver responsabilidade dos antigos proprietários e possuidores do imóvel (Arjona), poderá se voltar em ação autônoma contra eles”, sentenciou.

Leia também:

Neymar lesionado e golaço de Vinicius Jr: o resumo dos brasileiros no futebol internacional

Abel fora do Palmeiras, Neymar fala de lesão e Gabigol rebatido: as últimas do futebol de hoje (28)

Marquinhos defende Neymar de críticas e vê atacante sacrificado no PSG

Jornal cita desinteresse de Neymar em derrota do PSG para o Manchester City

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato