Home Futebol Copinha: delegado cita agressão e revela mais detalhes da invasão de gramado

Copinha: delegado cita agressão e revela mais detalhes da invasão de gramado

Válido pela semifinal da Copinha, o clássico entre São Paulo e Palmeiras foi marcado por invasão e arremesso de objetos. A equipe de arbitragem recolheu uma faca

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 29 anos. Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.
Copinha

Copinha

PUBLICIDADE

A semifinal da Copinha entre São Paulo e Palmeiras, no estádio Arena Barueri, foi marcada por invasão de gramado, arremesso de objetos e até uma faca recolhida pela equipe de arbitragem. Por ora, ninguém foi preso.

Em entrevista concedida à Rádio Jovem Pan, o delegado César Saad deu mais detalhes do que já foi feito após o fim do clássico paulista que terminou 1 a 0 para o Verdão.

“Os torcedores foram encaminhados ao JECRIM, foram detidos. Vão responder por invasão de campo, vão pagar multa, ficam proibidos de entrar no estádio nos jogos do São Paulo. É uma pena administrativa da Federação Paulista de Futebol”, iniciou.

PUBLICIDADE

“Vão responder criminalmente, e agora foi instaurado um um inquérito policial pra apurar com base nas imagens da Arena Barueri pra que a gente possa identificar quem foi o autor desse arremesso”, acrescentou

Saad também disse que outros objetos de menor potencial lesivo também foram arremessados. “Não só a faca, mas chinelos e garrafas de água também foram atirados pra dentro do campo”, descreveu.

Agradecimentos e testemunhas ouvidas

Saad agradeceu aos profissionais do departamento de segurança do Palmeiras pelo pronto atendimento à Polícia Civil. Além disso, também disse que mais testemunhas da semifinal da Copinha foram ouvidas.

“Nós ouvimos o quarto árbitro, o árbitro e os dois bandeiras. Ouvimos também o delegado da partida e conversamos com o policiamento que estava em campo”, relatou.

PUBLICIDADE

“Posteriormente, o diretor da Arena nos forneceu as imagens pra que pudesse auxiliar o trabalho da Polícia”, prosseguiu.

Em relação ao São Paulo, o comportamento foi diferente. “Saiu rapidamente (do estádio). Eu conversei muito rápido, no corredor, com um funcionário”, disse.

Saad também reconheceu a coragem de dois jogadores do Tricolor. “A imagem mostrava claramente que dois atletas contiveram o torcedor. Uma atitude muito legal da parte deles”, elogiou.

Copinha: Jogador é agredido

O delegado finalizou contando que um jogador do Palmeiras foi agredido após a invasão. “Fez exame de corpo de delito, mas não foi constada a lesão”, concluiu.

PUBLICIDADE

Leia também:

Contratação de atacante, saída de dupla e homenagem a Ceni: as últimas do São Paulo

Mercado da bola: goleiro se destaca na Copinha é contratado por time de Portugal

Flamengo é processado por Grupo LGBT por causa de numeração na Copinha

PUBLICIDADE

Mercado da bola: Palmeiras? Alario define futuro da carreira