Torcedores – Notícias Esportivas

Alvo do Palmeiras, João Pedro, do Al Wahda, está disposto a abrir mão do processo de naturalização para jogar no clube

João Pedro tem contrato até junho de 2023 nos Emirados Árabes, mas está disposto a voltar ao Brasil agora

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Divulgação/Al Wahda

Depois de negociações frustradas como nomes como Yuri Alberto, Taty Castellanos e Pedro, o Palmeiras agora tenta a contratação do atacante João Pedro, brasileiro que atua no Al Wahda, dos Emirados Árabes. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista italiano Gianluigi Longari no início da semana, e segundo o ‘ge’, um dos empresários do atleta – João Loureiro – viajou a Abu Dhabi para buscar um acordo pela liberação do atleta.

O time árabe, inclusive, já está ciente do interesse do Palmeiras e do próprio jogador em voltar ao futebol brasileiro. De acordo com o ‘ge’, João Pedro está disposto a abrir mão do processo de naturalização para atuar na seleção do país a partir do ano que vem para vestir a camisa do Alviverde.

Um dos representantes de João Pedro, Flavio Viana, admitiu as conversas com a diretoria palmeirense e destacou que não existe multa prevista em contrato, o que pode facilitar a negociação com Verdão. “Há o interesse do Palmeiras e estamos conversando. O Palmeiras quer o jogador e vamos oficializar. Vamos começar notificando o clube árabe sobre o desejo para colocarmos os valores no papel. Não há multa rescisória no contrato e o Palmeiras já falou que vai tentar avançar”, disse Viana ao jornalista Jorge Nicola.

De acordo com o UOL Esporte, porém, o Palmeiras acredita que uma eventual negociação de 100% dos seus direitos econômicos do atacante custe algo em torno de 6 milhões de dólares, ou cerca de R$ 28 milhões pela cotação atual.

Nos Emirados Árabes desde a temporada 2019/2020, com passagens por Al Dhafra, Baniyas e agora Al Wahda, João Pedro soma 85 jogos e 52 gols no futebol local, com o prêmio de melhor jogador da liga na temporada 2020/2021.