Torcedores – Notícias Esportivas

Atraso no visto de trabalho pode deixar Luís Castro fora de mais uma partida do Botafogo

Ainda sem o visto pronto, o técnico português pode ficar de fora de mais um jogo do glorioso no Brasileirão

Erick Montezano
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Vítor Silva/Botafogo

O treinador alvinegro já esteve ausente da beira do gramado na partida contra o Corinthians, válida pela primeira rodada do Brasileirão Série A. Nessa ocasião, o clube carioca estreou com derrota em casa, pelo placar de 3×1 diante de pouca mais de 36 mil torcedores presentes no estádio Nilton Santos, no último fim de semana. Para esta partida, Betinho, um dos auxiliares da comissão técnica de Luís Castro, foi quem comandou o glorioso.

Três dias se passaram e nada mudou no status do documento, ou seja, ainda sem o visto pronto, e a preocupação do clube agora é não contar com Luís Castro novamente na partida diante do Ceará, fora de casa na Arena Castelão neste domingo, válida pela segunda rodada da elite do futebol brasileiro. O clube ainda tem o agravante de que sexta-feira é feriado da Paixão de Cristo e o prazo para a publicação do visto de trabalho do treinador pode não ser cumprido.

Enquanto corre contra o tempo para agilizar os trâmites burocráticos da regularização do visto do comandante alvinegro, o Botafogo já confirmou outros reforços para a temporada: o atacante Gustavo Sauer que vem do Boavista, de Portugal, o empréstimo do lateral-esquerdo finlandês Niko Hamalainen, vindo do Queens Park Rangers, da Inglaterra e ainda as vindas  dos meias Lucas Fernandes, vindo do Portimonense, de Portugal, e Tchê Tchê, campeão brasileiro e da Copa do Brasil pelo Atlético-MG na última temporada.

Os recém-chegados se juntam aos outros 8 atletas já contratados para o time principal, são eles: os atacantes Victor sá e Sebastian Joffre, os zagueiros Víctor Cuesta e Philipe sampaio, os meias Lucas Piazón, Patrick de Paula e Luís Felipe Oyama e o lateral-direiro Renzo Saravia. Contudo, o Botafogo já gastou mais de R$ 65 milhões em contratações.