Torcedores – Notícias Esportivas

Auxiliar do Corinthians rechaça polêmica com Guedes e explica desempenho ruim do ataque

Filipe Almeida substituiu o técnico português à beira do campo e deu explicações na coletiva depois do empate diante do Always Ready

Mauricio Nadal
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação Corinthians

Com a expulsão de Vitor Pereira na partida diante do Boca Juniors, coube ao auxiliar Filipe Almeida ficar à beira de campo e também dar explicações na coletiva após o decepcionante empate do Corinthians diante do Always Ready por 1 a 1, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena.

Filipe falou sobre a superioridade técnica, principalmente na primeira etapa, e lamentou o erro de Robson Bambu, que culminou no gol de Borja. “Na primeira etapa, conseguimos, dentro daquilo que estava planejado, impor nosso jogo, circular a bola e ter o controle. Marcamos e tivemos mais oportunidades. Infelizmente, cometemos um erro. E isso favoreceu o adversário, que procurou acalmar o jogo. Na segunda etapa, buscamos o resultado e tivemos oportunidades para marcar o segundo. Não estamos satisfeitos, não há o que esconder”, admitiu o auxiliar técnico.

Durante a segunda etapa, o Corinthians precisava do gol da vitória e a torcida pediu por Róger Guedes. O atacante vem sendo pouco utilizado por Vitor Pereira e foi alvo de críticas do técnico corinthiano em recente coletiva. Filipe colocou o atacante na partida e preferiu elogiar o desempenho de Róger nos últimos treinamentos.

“O Róger treinou bem, ficou disponível para nos ajudar. Entendemos que a equipe que devia iniciar era outra, com outros jogadores. No decorrer do jogo, entendemos que era o momento de ele entrar, e ele entrou para tentar ajudar. Correspondeu com o que pretendíamos. O entendimento entre nós é saudável. O Vítor pode falar mais especificamente sobre isso amanhã”, comentou Filipe.

Sobrou para o auxiliar também falar sobre o fraco desempenho ofensivo do Corinthians nesta frase de grupos. Foram apenas cinco gols em seis rodadas. Filipe preferiu destacar as chances criadas na partida desta quinta.

“Olhando para o jogo de hoje. Só na segunda etapa foram seis ou sete oportunidades claras de gol. No primeiro tempo também tivemos. Estamos tentando melhorar, temos consciência disso, nesse último terço, na definição. Com a qualidade dos jogadores que temos, com o tempo, vamos conseguir marcar mais gols. Temos sido consistentes. Um dos objetivos primários é não sofrer, para depois marcar”, finalizou Filipe.

Com o empate desta quinta, o Corinthians fechou a fase de grupos na segunda colocação da chave E e perdeu a chance de fazer o segundo jogo das oitavas em casa. Para piorar, ainda pode encarar uma verdadeira pedreira no mata-mata. Palmeiras, River Plate, Flamengo ou Atlético-MG estão entre os rivais que o Corinthians pode enfrentar na próxima fase. O sorteio dos duelos das oitavas acontece nesta sexta-feira, a partir das 13h (horário de Brasília).