Torcedores – Notícias Esportivas

Benedetto ‘cutuca’ Corinthians e detona arbitragem: “Uma vergonha”

Corinthians e Boca Juniors se enfrentaram ontem, em jogo válido pela Copa Libertadores

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ESPN

Ontem, na Argentina, a partida entre Corinthians e Boca foi cercada de polêmicas. Cantillo e Vitor Pereira foram expulsos, mesmo assim, o Timão conseguiu sair com um resultado positivo de La Bombonera. O empate em 1×1 manteve o clube paulista na primeira classificação do grupo E. Mas, após a partida, os argentinos reclamaram da arbitragem.

O atacante Benedetto, autor do gol do Boca Juniors, disse que a arbitragem, na noite de ontem, foi “uma vergonha”. O jogador reclama dos minutos de acréscimos dados pelo árbitro, 7 minutos. Para ele, o juiz deveria acrescer pelo menos 12 minutos.

“Foi uma vergonha o que eles deram de acréscimos. A partida ficou parada por 12 minutos e acresceram sete. Já é exagerado o quão vergonhoso é isso”, disse.

Benedetto também resolveu ‘cutucar’ o Corinthians. Ele disse que o time comandado por Vitor Pereira foi para a Argentina e “só jogou atrás”. Para ele, o Boca Juniors fez uma ótima partida, mas não conseguiu sair com a vitória.

“Mais do que fizemos, não podíamos fazer. Jogamos contra um rival que ficou atrás e não conseguimos fazer o segundo [gol], mas vamos crescendo. É o caminho que temos que seguir. O jogo que jogamos foi incrível, mas não conseguimos fazer o segundo [gol]”, acrescentou.

A situação do Corinthians na Libertadores

Após o empate de ontem, o Corinthians se mantém na liderança do grupo E, com 8 pontos, um a mais que o Boca Juniors, que tem 7. Agora, o clube só depende de si para se classificar para a próxima fase da competição. Mesmo com a classificação encaminhada,  Filipe Almeida, auxiliar de Vitor Pereira disse que não há nada definido.

“Sabíamos que naquele momento eles iam arriscar tudo. Foi nesses minutos a grande oportunidade deles. Mas funcionou, conseguimos controlar aquilo que eram as intenções dele. Não há nada garantido, estamos na liderança, mas ainda falta um jogo. Portanto, ainda vamos lutar por uma vitória”, disse.