Torcedores – Notícias Esportivas

Vai voltar? Torcida e Jorge Jesus estão juntos em queda de braço com a diretoria do Flamengo

Com apoio dos rubro-negros, treinador português vai atrasar o máximo acordo com o Fenerbahçe na espera do Mengão

Luciano Ferreira
Jornalista formado pelo Instituto de Ciências Sociais e Comunicação - ICSC, da Universidade Paulista (UNIP) e com certificação da Federação dos Jornalistas de Língua Portuguesa - FJLP, por meio do Oficina de Telejornalismo - Repórter de TV.

Crédito: Reprodução

A novela Flamengo e Jorge Jesus tem mais um capítulo. Isso porque os jornalistas Thiago Asmar e Gabriel Reis trouxeram novos desdobramentos sobre a possibilidade do treinador português ter volta ao Mengão.

Socorro Jorge Jesus

“O Flamengo é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Quando a gente ia imaginar que a equipe mais cara do Brasil, talvez a mais cara da América do Sul, estaria nessa situação? Há um milímetro da zona de rebaixamento. Em anos o Flamengo não chegava nesse ponto. Olha o trabalho desse cara (Paulo Sousa), velho. Ainda tem gente que defende isso. Socorro, Jorge Jesus, socorro! Socorro!”, disse Gabriel Reis em live no canal Paparazzo Rubro-Negro.

Além disso, acrescentou: “Quem está segurando o Paulo Sousa para não trazer o Jorge Jesus, está jogando contra o Flamengo. Isso é uma vergonha!”.

O Flamengo, portanto, é o primeiro time fora na zona da degola; mas com os mesmos pontos do Juventude, primeira equipe da zona de rebaixamento. Ambas as equipes têm 6 pontos conquistados até aqui no Brasileirão Série A.

“(Jorge Jesus) tem que voltar; ah que seja para exorcizar 2019; mas a chance de dar certo é muito grande. A gente sabe que tem jogadores dentro do elenco que querem o retorno dele. A gente sabe disso. Que loucura é essa?”, revelou.

Contudo, Gabriel Reis foi além sobre a atual situação do Flamengo: “Se não abrir o olho vai ‘cruzeirar'”.

Queda de braço

Conquanto, segundo apontaram Gabriel Reis e Thiago Asmar, o que segura Paulo Sousa no Flamengo é a vaidade da diretoria. Segundo eles, a intenção da diretoria é fazer Jorge Jesus de vilão; no entanto, o ex-treinador do Mengão tem o apoio da torcida no que chamou de “queda de braço” da direção rubro-negra com o Míster e torcedores.

“A torcida do Flamengo está do lado do JJ; não está do lado da diretoria. É mais de 99,9%… é acho que é 100% . Eu desafio ter menos de 99,9 do lado do Jorge Jesus. A maioria absoluta quer a queda do treinador e a volta do Jorge Jesus. Não a cabeça do treinador; é a volta do JJ”, explicou, Gabriel Reis.

“Eu não sei o que a diretoria quer. É uma queda de braço e eles (dirigentes) não têm como ganhar. Eles estão querendo duelar contra a torcida do Flamengo. Você não vai ganhar, (Rodolfo) Landim!”, prosseguiu.

No entanto, Thiago Asmar reconhece ser um cenário bastante complicado. Isso porque o dinheiro do Mengão está nas mãos dos dirigentes.

De acordo com os jornalistas, o Paulo Sousa ainda não foi demitido porque o ex-técnico do Flamengo, Jorge Jesus, ainda está desempregado. Com isto, a diretoria teme a pressão por contratá-lo. Gabriel Reis diz que conversou com pessoas influentes no clube a respeito da informação; no entanto, têm muitas que se calam.

“Tem pessoas Thiago (Asmar), dentro da diretoria do Flamengo, que não são poucas nesse momento, que se calam com medo de encarem o Landim. E elas (informações) já começam a vazar pra gente. Tá segurando o treinador Paulo Sousa para o JJ assinar com algum clube, igual aconteceu que o JJ estava esperando ser demitido; faltavam dois dias e eles (dirigentes) contrataram Paulo Sousa”

Jorge Jesus e torcida do Flamengo juntos

Portanto, Gabriel Reis revelou a união de Jorge Jesus com a torcida. “JJ está com a torcida; eu conversei com uma pessoa ligada a ele, e essa pessoa me falou: ‘vamos ver até onde eles (dirigentes) vão aguentar’. JJ está com a torcida do Flamengo e está também tentando se segurar para não fechar com algum clube”, disse.

“Eu também recebi essa informação de pessoa próxima a Jorge Jesus, que ele vai esperar um pouco. Se eles (dirigentes) querem usar da malandragem, da vaidade, vão entrar pelo cano, porque Jorge Jesus também não é bobo. Até porque tentaram fazer ele de vilão; Jorge Jesus não é esse vilão que o tacham”, informou Thiago Asmar.

De acordo com os jornalistas, o ex-técnico do Flamengo vai segurar o máximo a proposta do Fenerbahçe. No entanto, há uma questão que pode atrapalhar os planos do Míster e da torcida do Mengão: Daniel Carvajal pode ficar sem contrato, e deu entrevista para o futebol turco que tem propostas da Europa e que pode trabalhar na Turquia, fator que pode apressar Jorge Jesus para acerto com a equipe turca.