Torcedores – Notícias Esportivas

Jornalista indica técnico de clube da Série A como opção ao Flamengo: ‘Eu arriscaria’

Trabalho de Paulo Sousa no Flamengo segue bastante contestado

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Flamengo

O trabalho de Paulo Sousa no Flamengo não agrada o jornalista Renato Maurício Prado. Pelo contrário, após a classificação sobre o Altos-PI, na Copa do Brasil, mais uma vez sobraram críticas ao português. Além do futebol abaixo do esperado, a decisão de utilizar Rodinei na lateral-esquerda irritou Renato.

“O que me incomoda muito é que o Flamengo não tem jogadas. ‘Ah mas esse time não tem entrosamento’. Pelo amor de Deus, precisa de entrosamento para fazer uma ultrapassagem? Precisa de entrosamento para uma aproximação de três e fazer uma triangulação? O Flamengo não tem isso. Seja o time titular ou reserva ele não apresenta nenhum tipo de padrão de jogo que não seja o de irritar a torcida. A gente só vê o dedo do treinador nos erros, no absurdo de colocar o Rodinei na esquerda, sendo que tem o Ayrton Lucas na reserva. Contratou pra que? São decisões estapafúrdias”, disse durante live no UOL Esporte.

“A melhor notícia são os garotos, eles dão a sensação de que serão úteis. O Lázaro não foi brilhante, mas jogou direito, sofreu o pênalti. É um jogador que será importante ao longo do ano. O lateral-esquerdo foi muito bem e o menino que entrou e fez o gol de cabeça”, completou

Renato vê técnico como alternativa ao Flamengo

Assim como já dito anteriormente, Renato é a favor da troca no comando técnico rubro-negro. O jornalista vê poucas opções entre os treinadores brasileiros. Caso pudesse escolher um estrangeiro, aprova Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza.

“O único estrangeiro que eu traria agora é o Vojvoda, se eu conseguisse tirar ele do Fortaleza, pois tem contrato. É um estrangeiro completamente adaptado ao futebol brasileiro e com a competência comprovada. Muita gente vai dizer que trabalhar no Fortaleza é uma coisa, no Flamengo é outra. É verdade, a pressão é muito maior, exigência. Em compensação, ele trabalharia com um elenco de muito mais qualidade. Caso o Paulo Sousa seja demitido, em termo de estrangeiro seja a opção mais segura”, afirma.

“Está difícil imaginar um técnico brasileiro que bote a casa em ordem. O Dorival poderia ser uma opção, mas está no Ceará. Tudo bem, pode tirar do Ceará também. Enfim, eu arriscaria com Vojvoda”, concluiu.