Torcedores – Notícias Esportivas

Léo Gomes tem carreira ameaçada e não deve jogar mais pelo Grêmio

Léo Gomes foi considerado uma grande promessa da lateral-direita, mas lesões tiraram sua sequência no Grêmio

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio fbpa

O lateral-direito Léo Gomes vive mais um drama na carreira. Depois de voltar aos treinamentos normalmente, o defensor sofreu agora uma nova lesão muscular na coxa esquerda. Como resultado, somará mil dias no departamento médico desde a primeira lesão em 2019. Contudo, em meio a polêmica sobre a qualidade do departamento médico do clube, os profissionais da área garantem: a situação do jogador não é culpa dos profissionais do clube.

Léo Gomes fez todo o processo ligado ao seu joelho por meio de parcerias. O Grêmio, já há alguns anos, não é o responsável pelos procedimentos cirúrgicos dos atletas. Logo, o clube procura outros profissionais, por vezes escolhidos pelos próprios jogadores, para conduzirem possíveis operações.

No caso do lateral, Renê Abdlla, um dos mais famosos cirurgiões do país, foi o responsável pelos procedimentos. De acordo com as fontes consultadas pela reportagem, não houve nada de anormal no processo.

O problema é que depois de longos períodos afastado dos gramados, o atleta perde força e o regresso é perigoso. Não por acaso, Léo sofreu três lesões musculares toda vez que intensificou os treinamentos. A explicação é que a musculatura já não possui mais a mesma preparação de antes da primeira lesão. Reconstruir essa força é um processo lento e difícil, etapa que Léo Gomes não está conseguindo vencer.

De 2019 até hoje, o lateral direito sofreu duas lesões ligamentares de joelho e três lesões musculares. Tal histórico impossibilita seu regresso ao futebol profissional e gera dúvidas sobre sua capacidade de retornar aos gramados.

Futuro de Léo Gomes não parece ser o Grêmio

A ideia inicial dos dirigentes do Grêmio era utilizar Léo Gomes dentro do planejamento da temporada de 2022. Por isso, em dezembro, apenas Orejuela foi contratado. Contudo, depois da lesão muscular em janeiro, a direção desistiu e buscou dois novos jogadores para a função.

O contrato de Leonardo Gomes com o Grêmio vai até dezembro de 2022. Seu futuro não é explicitado. Porém, não seguirá no clube.