Torcedores – Notícias Esportivas

Livre no mercado, ex-lateral do Internacional é oferecido a clubes brasileiros; saiba os detalhes

Estafe de William negocia seu retorno ao Internacional

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Wolfsburg

O lateral-direito William, revelado pelo Internacional, foi oferecido a dois clubes brasileiros. O jogador de 27 anos está livre no mercado da bola desde a última terça-feira, quando não renovou contrato com o Wolfsburg, da Alemanha.

O Torcedores.com apurou que o Wolfsburg não demonstrou em estender o vínculo de William. Após a má campanha do time no Campeonato Alemão, o técnico Florian Kohfeldt autorizou o brasileiro a procurar um novo clube.

Embora tenha sido considerado um dos melhores laterais em atividade na Bundesliga, William dificilmente seguirá na Alemanha. Afinal, o jogador não atravessa um bom momento na carreira. Sua passagem por lá foi abreviada por causa de uma série de problemas médicos.

De acordo com o site “Transfermarkt”, especialista em mercado da bola, William sofreu três lesões no joelho direito nas últimas três temporadas. A mais grave foi em 2019, quando rompeu os ligamentos. Na época, ele ficou 257 inativos.

Posteriormente, foi emprestado ao Schalke 04 onde voltou a romper os ligamentos do joelho direito. Com isso, ele ficou combate por 179 dias e desfalcou a equipe em 28 partidas sendo 20 no Campeonato Alemão e oito na Copa da Alemanha.

No seu retorno ao Wolfsburg, William voltou a reclamar de dores no mesmo local operado anteriormente. Após ser submetido a um exame de imagem, o jogador foi diagnosticado com uma torção no joelho. Porém, não foi necessária nova intervenção cirúrgica. 

William foi oferecido a clubes brasileiros

Desde que deixou oficialmente o Wolfsburg, William foi oferecido a três clubes do futebol brasileiro. O empresário do jogador, Nelson Sturmhoebel, vem mantendo sucessivos contatos com o Internacional para que o defensor possa se tratar a lesão.

A diretoria colorada estaria interessada na negociação, já que o jogador chegaria a custo zero ao Beira-Rio. A contratação tem, inclusive, a anuência do técnico Mano Menezes que tentou leva-lo para o Cruzeiro em 2018.

O impasse para uma eventual negociação, no entanto, seria o desejo de o Internacional querer firmar um contrato de risco que pode ser suspenso caso William volte a se lesionar. Porém, a modalidade de acordo não agrada ao estafe do lateral-direito.

Além do Internacional, Nelson Sturmhoebel já conversou com representantes de Avaí e Coriitba. Entretanto, os clubes demonstraram preocupação sobre a situação do jogador após dois procedimentos no joelho direito.

Vale lembrar que William está inativo há pouco mais de um ano. Sua última partida foi em março de 2021, quando o Schalke 04 perdeu por 3 a 0 para o Borussia Mönchengladbah, pela 26ª rodada do Campeonato Alemão. Desde então, não entrou mais em campo.

William teve passagem destacada pelo Internacional

Cria do Juventude, William Furtado foi contratado para reforçar o time sub-17 do Internacional em 2012. Ele integrou a geração que revelou o goleiro Alisson Becker, do Liverpool, o zagueiro Eduardo Bauermann, do Santos, o meia Allan, do Atlético-MG, entre outros.

Dois anos depois, foi promovido ao elenco principal colorado pelo técnico Abel Braga. Nesse ínterim, disputou 108 partidas, marcou um gol e fez cinco assistências. Além disso, venceu o Campeonato Gaúcho de 2015 e 2016.

Após se destacar pelo clube, William foi convocado por Rogério Micale para disputar as Olimpíadas Rio-2016. Ele foi o dono da lateral-direita na campanha que deu ao Brasil a primeira medalha de ouro para o futebol masculino.

Na temporada seguinte, o defensor deixou o Beira-Rio para atuar no futebol alemão. Ele custou 4,5 milhões de euros (R$ 15 milhões, à época) aos cofres do Wolfsburg que venceu a concorrência de clubes como PSV Eindhoven e Sevilla.

Lewandowski marca de cabeça o segundo gol do Bayern sobre o Wolfsburg. Veja o vídeo!