Torcedores – Notícias Esportivas

Mercado da Bola: Meia do Atlético-MG é monitorado pela MLS

Emprestado pelo Atlético, meia pode ser negociado

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético

O Atlético pode futuramente realizar mais uma transação com o futebol norte-americano. Depois de concretizar a transferência do atacante Savarino, que retornou ao Real Salt Lake, a direção do Galo vê um outro jogador que agora está sendo monitorado por um clube dos Estados Unidos.

Segundo informações do perfil Fred Augusto, no Twitter, que traz notícias de bastidores do Atlético, o meia Nathan é a bola da vez. Pouco utilizado no Fluminense, onde foi emprestado pelo Galo até dezembro, o atleta de 26 anos está sendo observado e pode acabar sendo vendido.

Revelado pelo Athletico-PR, Nathan teve grande destaque pelo Furacão entre 2014 e 2015 e foi vendido para o Chelsea, da Inglaterra, por € 7 milhões de euros (R$ 23 milhões na cotação da época). Porém, nunca chegou a jogar pelo clube inglês e foi emprestado ao Vitesse, da Holanda, e ao Belenenses, de Portugal. Em 2018, voltou ao Brasil para o Atlético-MG, também por empréstimo. O jogador agradou no Galo e no ano passado e, com aval do técnico Jorge Sampaoli foi comprado em definitivo por € 3 milhões de euros (R$ 17,9 milhões na época).

Em pouco mais de três anos no Atlético-MG, o jogador disputou 118 partidas e marcou 14 gols.

– Estou muito feliz de chegar ao Fluminense. O acerto foi incrível e eu agradeço à oportunidade de poder vestir essa camisa. Se Deus quiser, com muita batalha e luta, esse será um ano muito vitorioso. A expectativa é a melhor possível, de lutar por títulos. Quando se veste uma camisa desse tamanho, de um clube dessa grandeza, não tem como pensar em outra coisa – disse ao ser oficializado na época pelo Flu.

Atlético pode ter dois reforços no meio do ano

Discreto, o Atlético está atento ao mercado da bola e mapeia contratações para julho. A princípio, podem desembarcar em Belo Horizonte um jogador para a defesa e outro para o ataque. Na frente, Pavón tem um acordo com os brasileiros. A tendência é que ele seja o substituto de Savarino.Zaracho aprova uma eventual contratação de Pavón e revela conversa com o atleta. “Pavón não conheço pessoalmente, mas falei com ele. Parece ser boa pessoa, muito bom jogador. Se vier para cá, irá reforçar bem a equipe. Mas não falei muito com ele. É um grande jogador que irá ajudar muito a nós”, disse Zaracho.

Zagueiro pode chegar no Atlético?

Ao que tudo indica, Pavón não será o único reforço para a sequência do ano. Nos últimos dias, a Itatiaia informou que o Atlético abriu negociações com Jemerson, livre desde que rescindiu com o Metz, da França. Além dos mineiros, o Botafogo também tem o interesse.

Hoje, o setor defensivo tem quatro indefinições. Igor Rabello, Réver e Godín possuem vínculo até dezembro. Os dois últimos, até pela questão da idade dificilmente permanecerão no elenco de 2023. É possível que Réver possa exercer um cargo diretivo, assim como Victor e Léo Silva.

Por outro lado, Rabello deve vestir a camisa do São Paulo, que trabalha nos bastidores para ter o atleta. Até o momento, não há nenhuma movimentação que indique sua continuidade no clube mineiro. Em janeiro, Junior Alonso retornará ao Krasnodar, da Rússia.

– Temos hoje cinco zagueiros, sendo que não temos controle de como será a situação do Alonso, que veio por uma oportunidade, lamentavelmente uma oportunidade aconteceu pois foi por conta de uma guerra, se não ele não estava aqui. A situação do Godín, que encerra, o Réver a gente controla, pelo rendimento e o que representa é muito provável que siga conosco. O Nathan é um jogador que está sendo visto pelo mundo inteiro. Então, temos que estar atentos a esse setor da equipe. Mas não é para esse ano – disse o dirigente.

“Se tiver algum movimento é pensando nos próximos anos. Este é o nosso trabalho, a gente conseguiu trazer muita gente, Ademir e Otávio foram pré-contratos assinados. O que a gente pode fazer é antecipar e neste setor precisamos ter um cuidado maior. O Alonso vai cumprir o contrato conosco, mas é praticamente impossível sua permanência. Enfim, vamos desfrutar do Junior por mais este ano e cabe a nós a pensar nas questões deste setor”, completou.