Torcedores – Notícias Esportivas

Vitória-BA: Afastamento de Paulo Carneiro é oficializado em Assembleia Extraordinária

Paulo Roberto de Souza Carneiro já estava afastado de sua função no Vitória desde setembro de 2021

Anderson Carlos Meira Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Crédito: Letícia Martins / EC Vitória

Fim do processo

Neste sábado (21) a AGE (Assembleia Geral Extraordinária) finalmente concluiu todo o processo do afastamento de Paulo Carneiro de suas funções do Vitória. O ato que, já era esperado, ocorreu na Toca do Leão. E, ao todo, contando toda a votação dos sócios que estiveram presentes para decidir sobre o futuro do dirigente, foi contabilizado apenas um voto de abstenção. Os demais sócios votaram pela cassação em definitivo de Paulo Carneiro. A soma de todos os votos chegou a 150 sócios. Assim, o agora ex presidente do Leão está destituído de qualquer força nas decisões do Vitória-BA.

Entenda o caso

Paulo Carneiro foi acusado em 2021 de gestão temerária. Tal acusação se apoiou em eventos na gestão de Paulo como presidente, tais como: a pouca transparência em informações sobre a contratação de Caicedo, supostos gastos em um cartão corporativo, problemas com o contrato com a Magnum, dentre outras atitudes. Por isso, em setembro de 2021, foi aberta uma Comissão de Ética, o qual começou a apurar tais denúncias.

Paulo ficará inelegível no Vitória durante sete anos

Além do afastamento definitivo, o ex mandatário do rubro negro baiano, ficará impedido de concorrer a qualquer cargo do clube durante os próximos sete anos. No entanto, o seu título de sócio vitalício continuará mantido. Assim, mesmo sendo sócio do clube, Paulo Carneiro deverá ficar longe da vida política do Vitória por um tempo considerável. Devido aos problemas de sua gestão Paulo é acusado por muitos como um dos grandes responsáveis pela situação atual do Leão que atualmente disputa a Série C do Campeonato Brasileiro.