Torcedores – Notícias Esportivas

Taxista recusa corrida e sofre agressão de Tyson Fury, boxeador bicampeão; veja

De férias após a última vitória no boxe, Tyson Fury se envolve em confusão em Paris e tenta agredir taxista que recusou corrida

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Tyson Fury - Alex Davidson/Getty Images

Tyson Fury, campeão dos pesos pesados do WBC, se colocou no centro de mais uma confusão. O lutador tem desfrutado das férias em Cannes após boas lutas nos ringues que lhe renderam um cinturão. Desta vez, Fury foi filmado chutando um táxi após ter tido uma corrida recusada pelo motorista.

De acordo com o jornal inglês The Sun, a confusão com o Gypsy King teria começado porque o atleta estaria bêbado e causou certo desconforto para o motorista. Após sair do veículo, Tyron Fury ficou tropeçando nas ruas francesas enquanto era contido por seus amigos e pelo pai, John Fury, que o ajudaram a chegar no carro.

Fury, vestido com uma camiseta branca e shorts, encostou no carro e tentou abrir a porta traseira trancada. Mas o motorista explicou aos seus amigos que ele parecia muito bêbado, enquanto colocava a mão para fora da janela.
Depois de muito tempo com os amigos de Tyson Fury tentando convencer o taxista a levá-lo, o motorista se afastou com o carro.

O lutador chegou a chutar o para-choque do Táxi antes que seus amigos o segurassem novamente.

Tyson Fury se desculpa nas redes sociais após agressão

Tyrson Fury, atualmente com 33 anos, postou um vídeo esta manhã, nas redes sociais, admitindo que tomou “alguns shots” antes de acrescentar que “a cerveja é mais forte na França”. Quando contatada pela reportagem do The Sun, a equipe de Fury se recusou a comentar o vídeo.

O lutador se afastou dos ringues após a vitória contra Dillian Whyte em abril deste ano. A luta histórica foi decidida somente no 6º round, mas o combate teve domínio de Tyson Fury, que abriu supercílio do adversário. Para finalizar a luta, um uppercut que fez o compatriota cambalear e não ter mais condições de lutar. Ainda, as mais de 90 mil pessoas presentes no estádio representaram o maior público no boxe do século 21.