Torcedores – Notícias Esportivas

Após sair do PSG, Di María toma decisão e fica mais próximo de fechar com o Barcelona

Cogitado no Corinthians e no Botafogo, a estadia de Di María na Europa será mais longa que o previsto com a nova decisão

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Divulgação / PSG

O futuro do meio-campista argentino Ángel di María ainda é incerto. O jogador não vai renovar seu contrato com o PSG, que termina em 30 de junho, e há várias opções em aberto. E o clube que mais se interessou pelo atleta foi a Juventus, da Itália. Mas a prioridade do astro é outra: o Barcelona. E, segundo o jornal ‘Sport’, da Espanha, o time Catalão deve realizar uma jogada por ele – e Di María irá aguardar.

O Barcelona quer assinar com Di María sem custo algum. Isso porque o time já tem planejado investir pesado por Robert Lewandowski, do Bayern de Munique. E, além disso, a equipe da Espanha já afirmou que irá atender as expectativas salariais do atleta, além de oferecerem um contrato fixo de um ano, mais outro opcional, algo que se encaixa nas exigências do argentino. No entanto, mesmo com a Juventus dando o ultimato desta semana para fecharem negócio, o atleta decidiu aguardar até o dia 30 de junho, onde poderá assinar sem que o Barça desembolse uma quantia alta.

Di María sempre teve a prioridade de voltar a jogar na Espanha. Então, quando o interesse do Barcelona surgiu, ele optou por apostar no clube catalão. Do Camp Nou, a opção do argentino surgiu depois de ver as diferenças econômicas com o Leeds United pelo Raphinha, então o argentino concorreu como a opção “mais barata” à equipe. E, pelo o que parece, deu certo.

Nesse sentido, a imprensa italiana destaca que a decisão de Di María não será de imediato, por mais que a Juventus tenha exigido uma resposta dele ainda nesta semana. O jogador quer esperar que o movimento que o Barcelona fará para ter ele, de fato, na próxima temporada. E, com isso, mesmo cotado em alguns clubes do Brasil como Botafogo e até mesmo o Corinthians, a estadia do meio-campista na Europa irá se estender por mais alguns anos.