Torcedores – Notícias Esportivas

Empresário quebra o silêncio após polêmica com o Luva de Pedreiro

Luva de Pedreiro teria apenas R$ 7.500 nas duas contas bancárias que possui

Dayvidson Soares
Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Reprodução

O influenciador digital Iran Ferreira, que é conhecido mundialmente como Luva de Pedreiro, vem protagonizando uma grande polêmica envolvendo o, agora, seu ex-empresário Allan Jesus. Segundo a coluna do jornalista Léo Dias, a nova empresa que passou a trabalhar com o jovem revelou que foi encontra apenas R$ 7.500 em duas contas bancárias do Luva de Pedreiro. 

A notícias chocou a web, tendo em vista que o Luva de Pedreiro teria faturado milhões desde que se transformou um fenômeno nas redes sociais.

“Neste momento, prefiro falar pouco. Com o devido tempo e esclarecimento dos fatos, pretendo não só falar, como mostrar tudo. Livro aberto. A minha grande vantagem é que, além de falar, eu posso mostrar de forma muito confortável tudo que fiz”, disse o empresário Allan Jesus, que cuidava da carreira do Luva de Pedreiro, ao site Metrópoles.

Em sua coluna no site Metrópoles, Léo Dias chegou a revelar alguns dos valores pagos para publicidades feitas pelo Luva de Pedreiro.

“Para se ter uma ideia, o início foi tão promissor, que mesmo sem exclusividade com alguma empresa, seu primeiro grande faturamento foi de R$ 300 mil. A explosão veio logo na sequência, há dois meses, quando o jovem baiano virou o sonho de consumo da Amazon Prime Video para a divulgação do cardápio de eventos esportivos do serviço de streaming. O contrato rendeu a ele nada menos que R$ 1 milhão”, revelou a publicação do jornalista.

O empresário Allan Jesus divulgou uma nota oficial com objetivo de esclarecer a polêmica envolvendo o Luva de Pedreiro.

Confira:

É com absoluta perplexidade e profundo lamento que a ASJ Consultoria, empresa com vasta expertise no segmento de marketing esportivo, recebe algumas notícias publicadas na imprensa – que infelizmente destacam informações levianas, apuradas de forma seletiva, sem compromisso algum com a verdade dos fatos.

ASJ e Luva de Pedreiro, com uma trajetória de sucesso até aqui, possuem contrato com vigência até o ano de 2026. Se alguma das partes desejar efetivamente rescindir o contrato vigente, além de respeitar a forma acordada para tanto, deverá comunicar a outra oficialmente de sua decisão.

Até o presente momento, a ASJ não recebeu qualquer comunicação formal e/ou notificação a respeito de eventual tentativa de rescisão do Luva de Pedreiro. A única coisa que temos são indícios espalhados pela internet e notícias que dariam conta de um suposto novo agenciamento, o que em tese poderia configurar quebra de exclusividade.

De qualquer modo, instado a se manifestar ou demonstrar a regularidade de seus atos, a ASJ o fará com muita tranquilidade, abrindo a quem de direito todos os contratos, documentos, extratos e o que mais for necessário. Por fim, manifestamos nossa certeza e convicção de que a verdade, como sempre, prevalecerá”, diz o comunicado.

Polêmica

Tudo começou após o influenciador fazer um desabafo em uma live dizendo que iria se afastar das redes sociais. Na sequência, o Luva de Pedreiro editou seu perfil e retirou todas as menções ao empresário Allan Jesus.

“Estou pelos meus seguidores. O que meus seguidores falarem comigo aí… Tá ligado? Eu não bebo não, parceiro. Estou são. Tá ligado? Mas eu quero desabafar nessa p****. Estou de saco cheio, já”, desabafou.

“Um abração para vocês aí. Esses dias aí eu não posto vídeo, não. Vou ficar uns tempos aí… Tá ligado? Sem postar vídeo. Eu vou esfriar a cabeça, pô! Ficam enchendo o saco do cara. Seguir essa p**** sozinho. Deus e meus fãs, mano. F***-se. O resto é o resto”, completou o influenciador.