Torcedores – Notícias Esportivas

Rueda diz que funcionário do Santos tentou manipular partida do Brasileirão Feminino

Segundo mandatário santista, funcionário do Peixe teria tentado subornar jogadora do Red Bull Bragantino em caso relacionado a apostas

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites), prestando serviços para sites como Federação Paulista de Futebol, Chico Lang, 10dofutebol, Milton Neves, Rádio Capital e outros,

Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Mais uma vez o fantasma da manipulação de resultados assombra o futebol nacional. A mais nova denúncia foi feita pelo presidente do Santos, Andrés Rueda, nesta segunda-feira (20), em entrevista coletiva, na qual revelou que houve uma tentativa de suborno em jogo do Brasileirão Feminino.

O caso aconteceu na partida das Sereias da Vila contra o Red Bull Bragantino, no domingo (19), e o mandatário santista contou que um funcionário do clube teria tentado subornar uma jogadora da equipe de Bragança Paulista. O nome da atleta ou do funcionário envolvidos na acusação não foram revelados pelo dirigente.

“A gente teve lamentavelmente um fato neste fim de semana que pode ser a cabeça de um iceberg que está acontecendo no nosso futebol. Um funcionário do nosso clube, do futebol feminino, utilizando-se de um intermediário do Bragantino, tentou subornar uma jogadora dele para tentar arranjar um resultado elástico já no primeiro tempo para efeito de apostas”, disse Rueda.

A jogadora alvo da tentativa de suborno teria, segundo o dirigente do Peixe, alertado o diretor-executivo do Massa Bruta, Thiago Scuro, para o avisar sobre o caso. Rueda afirmou que o funcionário que teria tentado tal manipulação já foi demitido pelo clube.

“A alegação era que o Bragantino já estava eliminado. A jogadora prontamente recusou a proposta e comunicou os superiores, que têm relação muito forte com o Thiago (Scuro), apresentando inclusive, provas materiais e prints de conversas. Tão logo isso chegou ao nosso conhecimento, junto com o Thiago, que é o presidente do Bragantino, tomamos algumas providências. Providências que tomamos de imediato, a demissão por justa causa de todos os envolvidos. Enviamos à CBF todas as provas. O resultado não era para o resultado final da partida, mas para que acontecessem algumas situações no primeiro tempo”, afirmou o presidente santista,

Envelope entregue à arbitragem também gera suspeita de Rueda

Mas não foi apenas a tentativa de suborno à jogadora do Bragantino que despertou a suspeita do presidente do Santos. Um outro incidente, este relativo à arbitragem da partida, também fez com que o dirigente do Peixe pedisse investigação da CBF.

O mandatário santista afirmou que, no começo da partida, uma pessoa teria entregue à quarta árbitra do jogo, Adeli Mara Monteiro, um envelope na frente de Mariana Nanni Batalha, árbitra principal do jogo. Apesar de não ligar inicialmente os dois casos, Andrés Rueda pede que estes sejam investigados.

“Um negócio no mínimo esquisito. Um funcionário entregou `à quarta árbitra um envelope na frente da juíza, que tem que ser investigado. Avisamos a CBF e abrimos um B.O. para a apuração criminal dos fatos e vamos preparar um material que será enviado ao Ministério Público. Não ficaremos contentes se a gente não investigar toda a podridão. Não tenho condições de avaliar se a arbitragem estava envolvida. A imagem é pública, e a gente passou essa imagem, tudo isso, para a CBF e a polícia investigarem”, disse o dirigente.