Home Extracampo Arrependido? Guardiola surpreende com novo recado a Gabriel Jesus após sua ida ao Arsenal

Arrependido? Guardiola surpreende com novo recado a Gabriel Jesus após sua ida ao Arsenal

Atacante da seleção brasileira apresenta bom desempenho em seu início nos Gunners; técnico do City trabalhou cinco anos com o brasileiro

Luciano Ferreira
Jornalista formado pelo Instituto de Ciências Sociais e Comunicação (ICSC) da Universidade Paulista e com especialização em Jornalismo Esportivo em curso pela Faculdade Cásper Líbero. Sou apaixonado por futebol e amo escrever. Desde 2018 escrevo para blogs e sites, além de produzir conteúdo sobre esportes em geral para o Torcedores.com, onde ingressei em 2020 e passei a ter uma maior regularidade nas publicações em 2022. Experiência com cobertura de futebol e basquete para a Wecel Mídia.

A contratação de Gabriel Jesus, por 45 milhões de libras, foi a mais badalada aquisição do Arsenal nesta janela de transferências. Ex-treinador do atacante no Manchester City, Pep Guardiola nunca escondeu sua admiração por ele, mas a chegada de Erling Haaland o obrigou a vender o camisa 9 para o rival. Após o bom desempenho de Jesus nesta pré-temporada, o treinador voltou a falar do atleta e o chamou de melhor “atacante/defensor” com quem já trabalhou.

PUBLICIDADE

Gabriel Jesus, de 25 anos, deixou o Palmeiras em 2017 para assinar com o Manchester City, onde passou seus últimos 5 anos. Mas, após deixar a equipe, tenta agora escrever sua história com a camisa do Arsenal.

O brasileiro é a grande aposta do técnico Mikel Arteta, e é visto como o substituto ideal para Aubameyang e Lacazette, os últimos goleadores dos Gunners, mas que trocaram o conjunto londrino por novos desafios.

PUBLICIDADE

Por outro lado, Guardiola continua a falar sobre Gabriel Jesus, e sempre rasgando elogios ao brasileiro.

Palavras de Guardiola sobre Gabriel Jesus, do Arsenal

Para Pep Guardiola, Gabriel Jesus é o melhor atacante e defensor com quem já trabalhou porque pode atuar em pelo três posições diferentes. E, além disso, pode jogar em todas elas com grande performance. Por conta dessa sua versatilidade, o espanhol não poupou nos elogios ao camisa 9 dos Gunners. As palavras do técnico vieram em relato para o site oficial do City, ao destacar as saídas do brasileiro, do Raheem Sterling e de Oleksandr Zinchenko.

“Ele é o melhor atacante/defensor que já encontrei para jogar em três posições. [Ele] pode jogar cinco minutos, ele joga os melhores cinco minutos de sua vida. Ele joga 90 minutos, ele vai dar tudo”, realçou o técnico do Manchester City.

“Tive a sensação de que na maioria dos casos sentiremos falta dele, mas é futebol, é vida, e os sucessos, todos eles, serão nossa felicidade”, completou o treinador espanhol sobre o atacante do Arsenal e da seleção brasileira.

PUBLICIDADE