Home Futebol Mohamed fala sobre polêmica envolvendo arbitragem e Hulk em Atlético-MG x São Paulo

Mohamed fala sobre polêmica envolvendo arbitragem e Hulk em Atlético-MG x São Paulo

Atacante reclamou de pênaltis não dados para o Galo e também de tratamento de Anderson Daronco ao pedir marcação de lances

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo

Atlético-MG e São Paulo ficaram no empate sem gols neste domingo (10) pelo Brasileirão Série A. Uma partida que foi marcada por uma polêmica envolvendo Hulk e o árbitro Anderson Daronco por conta de dois pênaltis que não teriam sido apontados a favor dos mineiros.

PUBLICIDADE

Um dos lances aconteceu quando o atacante do Galo se envolveu em lance com Miranda dentro da área e reclamou para Daronco querendo a marcação do pênalti através do VAR, o que não aconteceu. Em outra jogada, uma bola cabeceada por Igor Rabello bateu na mão do zagueiro Luizão e outra vez o pênalti foi reclamado mas não marcado. Após a partida, Hulk revelou que, ao conversar com Daronco sobre o assunto, o árbitro lhe respondeu ’em tom de ameaça’.

O técnico Antonio Mohamed falou sobre o assunto e evitou uma reclamação mais forte em relação à arbitragem da partida contra o Tricolor. Mas ‘El Turco’ também seguiu seu jogador e viu nas duas jogadas penalidades não marcadas para o Atlético-MG.

PUBLICIDADE

[DUGOUT dugout_id=”eyJrZXkiOiI4VlpOYjR4RSIsInAiOiJ0b3JjZWRvcmVzIiwicGwiOiIifQ==”]

“Nós falamos com o Hulk, ele não está bem, mas ele tem que manter a calma. Quanto à arbitragem, eu não irei opinar, não é o meu costume. As imagens falam por si só, pelo que aconteceu dentro do campo de jogo. A única coisa que eu quero falar é que podemos nos equivocar, mas existe uma ferramenta (se referindo ao VAR) que ajuda a errar menos. Mas tem que utilizá-la. É isso”, disse Turco Mohamed.

Por conta de toda a polêmica, especialmente as reclamações do atacante, o comandante atleticano preferiu focar também na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Flamengo, nesta semana. Mohamed quer agora que cabeças frias prevaleçam para tentar levar o Galo para às quartas de final

“Tudo o que se passa em campo, uma fala quente, estar com a cabeça quente… temos que ficar tranquilos e guardar as energias para quarta-feira, em que teremos uma grande batalha”, comentou.