Home Futebol Caso Byron Castillo: atleta não se apresenta em audiência com a Fifa

Caso Byron Castillo: atleta não se apresenta em audiência com a Fifa

Lateral equatoriano foi representado por advogado; entidade tem 20 dias para decidir sobre a exclusão do país da Copa do Mundo

Christopher Henrique
25 anos, jornalista, colaboro no Torcedores desde 2022, retornando à função de redator em 2024. Fã assíduo do automobilismo, de futebol e principalmente, do futebol alternativo, também sou narrador e criador do "O Tikitaka", com passagens pelo Dimensão Esportiva.

Nesta quinta (15), a Fifa, realizou uma audiência com o atleta equatoriano Byron Castillo. O atleta, que não compareceu à Câmara de Apelações da entidade, após possíveis provas de que utiliza documentações falsas, além de ter nascido em outro país.

PUBLICIDADE

Durante a reunião, o brasileiro e advogado Eduardo Carlezzo, representando a Federação Chilena, trouxe novas provas sobre as possíveis mentiras de Castillo. Nos últimos dias, o portal “Daily Mail” divulgou áudios onde Byron assume à Federação Equatoriana que nasceu em 1995, na Colômbia, e não em 1998 no Equador.

Com isso, a FIFA tem 20 dias para decidir de forma definitiva qual será o rumo de Equador e Chile na Copa do Mundo. Em caso de exclusão dos equatorianos, a seleção chilena assume a vaga, entrando assim também no Grupo A, com Catar, Senegal e Holanda.

PUBLICIDADE

Relembre o caso de Byron

Byron Castillo, hoje atleta do León, do México, esteve em campo em oito partidas do Equador nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Após o término da disputa, o Chile entrou com recurso junto à FIFA, afirmando que o atleta usava documentos falsos.

Em primeiro momento, a entidade arquivou o caso, deixando a classificação como foi decidido em campo. No entanto, áudios do atleta afirmando ser colombiano vieram à tona, o que fez novamente os chilenos a buscar na justiça a vaga do Equador.

Durante as investigações, o portal espanhol “Marca” teve acesso aos documentos de Byron, e foi detectado que constava dois nomes quase iguais. Um deles usava o sobrenome de “Javier”, irmão mais velho de Castillo, enquanto outro, “David”, seria o do jogador.