Home Mercado da Bola Vasco: Terans foge de “perfil ideal” traçado pela 777 Partners, mas segue como alvo para 2023

Vasco: Terans foge de “perfil ideal” traçado pela 777 Partners, mas segue como alvo para 2023

Paulo Bracks precisa convencer de que Terans vale o alto investimento; meia tem contrato com o Athletico-PR até 2025

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Garantido na Série A do Brasileirão 2023, o Vasco promete agitar a janela de transferências para a próxima temporada. Com o aporte da 777 Partners, a expectativa é de um investimento no futebol aproximado de R$ 190 milhões. Entre os nomes especulados para reforçar o elenco Cruzmaltino está o do meia uruguaio David Terans, do Athletico-PR, segundo o canal “Atenção Vascaínos”.

PUBLICIDADE

A princípio, o nome de Terans agrada ao diretor de futebol Paulo Bracks, mas não se trata de uma negociação simples. De acordo com o jornal ‘O Globo’, o meia uruguaio foge perfil ideal traçado pelo grupo dono da SAF. O motivo é a idade: aos 28 anos, o jogador tem a idade considerada um pouco mais elevada para o projeto da 777.

De acordo com o jornalista Jorge Nicola, o Athletico-PR não descarta a possibilidade de negociar Terans. Entretanto, a diretoria do Furacão quer embolsar US$ 6 milhões (cerca de R$ 30 milhões na cotação atual) em um eventual negócio. 

PUBLICIDADE

Chapéu no Flamengo por Terans?

Antes de ser especulado para reforçar o Vasco em 2023, David Terans teve seu nome ligado ao Flamengo. O Rubro-Negro já teria feito uma sondagem inicial ao Athletico-PR para tomar conhecimento sobre valores de uma possível negociação. O vice-presidente de futebol Marcos Braz, entretanto, negou a informação em live realizada no Instagram.

PUBLICIDADE

Perguntado sobre a possibilidade de contratação do jogador para a próxima temporada, o técnico Dorival Júnior despistou. O treinador afirmou após a conquista da Libertadores que o clube ainda não havia falado sobre reforços.

“Não tem nada ainda. Não foi falado nada sobre reforços ou renovações. Nada, nada mesmo. Apenas estudamos possibilidades para o ano seguinte, só que com datas que ainda não estavam definidas. Isso para que a área administrativa do clube tomasse algumas posições importantes, mas sem ter uma segurança do que fazer para o ano que vem. Contudo, essas reuniões não se tornaram efetivas em razão das poucas informações a respeito de datas para o ano que vem. Assim como se conseguiríamos ou não a ida ao Mundial. Tudo isso ficou muito conversado por cima, apenas aleatoriamente porque não tínhamos definições”, disse Dorival em entrevista ao ‘Arena SBT’.