Home Futebol Copa do Mundo: Crespo surpreende e revela para quem torcerá caso Argentina seja eliminada

Copa do Mundo: Crespo surpreende e revela para quem torcerá caso Argentina seja eliminada

Desde 1986, a seleção celeste não conquista o título Mundial

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Em entrevista à ESPN nesta quinta-feira, o ex-atacante argentino Hernán Crespo não titubeou e contou que torcerá para a seleção brasileira conquistar o hexacampeonato da Copa do Mundo no Catar, caso a Albiceleste seja eliminada.

PUBLICIDADE

“Quero que a Argentina finalmente possa voltar a ser campeã mundial. Mas, se isso não acontecer, quero que o Brasil seja hexacampeão”, disse o ídolo argentino, de forma surpreendente.

Crespo exaltou o Brasil e principalmente o São Paulo, clube que dirigiu na maior parte da temporada 2021 e onde foi campeão do Paulistão. O Tricolor não conquistava títulos há oito anos.

PUBLICIDADE

“O Brasil está no meu coração porque foram nove meses espetaculares onde uma nação inteira, mais precisamente o São Paulo, foi muito legal com a gente, foi muito respeitosa…”, comentou.

Crespo está no Catar como um dos comentaristas da ESPN Argentina e um dos momentos mais emblemáticos dele ocorreu na vitória argentina sobre o México, pela segunda rodada, quando se emocionou após o gol marcado por Enzo Fernández. Ele foi um dos responsáveis pelo surgimento do meio-campista no futebol profissional, quando dirigia o Defensa y Justicia.

“Tem coisas que te marcam e justificam o trabalho que fez hoje. Sei do trabalho de muitos. Talvez esse foi o sonho de muitos, jogar e fazer um gol no Mundial, o que significa vestir a camisa da Argentina. Vê-lo nascer futebolisticamente é lindo, resultado da humildade, trabalho e seriedade. Quando essas coisas lindas acontecem, emociona”, disse Crespo no início do Mundial.

Nesta sexta-feira, às 16h (horário de Brasília), a Argentina enfrenta a Holanda em busca de vaga na semifinal. Quatro horas antes, o Brasil entra em campo contra a Croácia. Se vencerem, as duas seleções se enfrentariam na próxima semana na luta por vaga na decisão.