Home Futebol Palmeiras cai de virada para o Red Bull Bragantino e vê Brasileirão mais distante

Palmeiras cai de virada para o Red Bull Bragantino e vê Brasileirão mais distante

Verdão foi a campo com time repleto de garotos e apresentou queda de ritmo na etapa complementar de jogo no interior paulista

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Palmeiras

Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

PUBLICIDADE

Dividindo atenções entre Brasileirão e Libertadores, o Palmeiras acabou caindo para o Red Bull Bragantino neste domingo (01), no Nabi Abi Chedid, perdendo por 2 a 1, pela 25ª rodada do certame nacional. De olho no confronto decisivo contra o Boca Juniors, o time palestrino foi a campo com uma formação totalmente reserva e cheio de jovens das categorias de base, já que o foco principal está no jogo decisivo diante do Boca Juniors.

Os tentos da partida foram anotados por Endrick, Eduardo Sasha e Eric Ramires, este último já no “apagar das luzes”. No primeiro tempo, o Palmeiras se mostrou mais envolvente, criando oportunidades para fazer um placar elástico, enquanto Massa Bruta teve dificultados nos arremates, apesar do bom volume. Na volta do intervalo, os donos da casa cresceram, chegando a criar chances de virar o jogo, e o fizeram.

O resultado negativo deixa o Palmeiras na quarta posição, com 44 tentos, enquanto o Massa Bruta chegou 45 tentos, e assumiu provisoriamente a vice-liderança. O líder Botafogo tem 51 tentos, e ainda joga nesta segunda, diante do Goiás.

PUBLICIDADE

O JOGO

O Red Bull Bragantino iniciou o jogo marcando a saída de bola do Palmeiras, para forçar o erro do adversário. Aos 9 minutos, Sasha apareceu com a chance mais clara até então. Em bola invertida da esquerda para direita, o meia-atacante finalizou na trave de Marcelo Lomba. Três minutos mais tarde, Lomba fez milagre. Pela esquerda, o Massa Bruta finalizou duas vezes e parou no arqueiro palestrino, após investida de Lucas Evangelista.

O tento acabou fazendo falta. No primeiro contragolpe encaixado, o Palmeiras inaugurou contagem no Nabi Abi Chedid. Lançado em profundidade, Endrick emplacou velocidade, fintou o goleiro goleiro e mandou para o fundo das redes. O gol fez bem aos visitantes, que cresceram na partida, e criaram ao menos quatro chances perigosas, duas parando na trave e outras duas em defesas do goleiro Cleiton.

Pouco depois do gol de Endrick, Luis Guilherme quase ampliou para os visitantes, em arremate bem defendido por Cleiton. O próprio camisa 31 assustou o Massa Bruta na sequência. O jovem do Palmeiras fez jogada individual e carimbou o posto adversário.

A trave do Bragantino viria a ser carimbada novamente aos 23 minutos. Vanderlan fez ótima jogada pela esquerda, e cruzou rasteiro para Bruno Lopes finalizar na trave de Cleiton. A chegada mais incisiva do Massa Bruta após o goleiro palestrino se deu aos 34, em tiro de fora executado por Evangelista. Vitinho também teve chance no término da primeira etapa, mas o chute saiu de forma bisonha.

PUBLICIDADE

O segundo tempo voltou mais truncado, com faltas e paralisações. Aos 15 minutos, o Bragantino chegou ao empate, com Eduardo Sasha convertendo penalidade, após toque de mão de Richard Rios. A virada dos donos da casa quase saiu minutos depois, com Lomba “batendo roupa”, e se recuperando na sequência, na finalização de Thiago Borbas.

Quando tudo já se encaminhava para um empate, pintou a virada do Bragantino. Aos 44 minutos, Capixaba cruzou da esquerda, Evangelista desviou, e Ramires apareceu na segunda trave colocar os donos da casa em vantagem e decretar a importante vitória.

AGENDA DAS EQUIPES

Depois do jogo em Bragança, o Palmeiras agora volta todos os holofotes para o compromisso diante do Boca Juniors, em confronto de volta das semis na Libertadores, no Allianz. O primeiro duelo ficou empatado sem gols.

Pelo Brasileirão, o time comandado por Abel Ferreira tem o clássico contra o Santos, no domingo (08), às 16h, na capital paulista. O Red Bull terá a semana cheia para treinamentos até o embate contra o Atlhetico, em Curitiba, no mesmo dia, às 18h30.

PUBLICIDADE

FICHA TÉCNICA: RED BULL BRAGANTINO x PALMEIRAS 

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data e horário: 01 de outubro – às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA/RJ)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA/GO) e Luis Cláudio Regazone (RJ)
VAR: Daiane Caroline Muniz do Santos (VAR-FIFA/SP)
Transmissão: Premiere

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Léo Realpe, Léo Ortiz e Juninho Capixaba; Matheus Fernandes, Jadsom e Lucas Evangelista; Helinho (Nacho), Vitinho e Eduardo Sasha. Técnico: Pedro Caixinha.

Desfalques: Henry Mosquera (contusão no joelho), Lucas Cunha (cirurgia no joelho), Eduardo Santos (recupera-se de cirurgia) e Nathan Camargo (cirurgia no joelho).

Palmeiras: Marcelo Lomba, Garcia, Naves, Luan e Vanderlan; Fabinho, Richard Rios e Jhon Jhon; Luís Guilherme, Breno Lopes e Endrick. Técnico: Abel Ferreira.

PUBLICIDADE

Desfalques: Atuesta (transição) e Dudu (lesão no joelho)