Home Futebol Botafogo emite nota oficial sobre ofício mandado ao STJD cobrando providências sobre arbitragem

Botafogo emite nota oficial sobre ofício mandado ao STJD cobrando providências sobre arbitragem

Glorioso enviou pedido contestando erros de arbitragem durante o Brasileirão que teriam tirado pontos do time

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo

Vitor Silva/Botafogo.

PUBLICIDADE

A ‘guerra’ do Botafogo contra as arbitragens do futebol brasileiro teve mais um capítulo nesta quarta-feira (6) com o clube emitindo nota oficial sobre um ofício enviado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sobre um relatório pedido pelo dono da SAF do clube, John Textor, questionando erros de arbitragem no Brasileirão Série A deste ano.

Na nota, o Glorioso afirmou que enviou ao tribunal um pedido no qual pede que sejam’ tomadas providências’ em relação à atuação dos árbitros no Brasil, elencando uma série de ideias que o dirigente quer ver implementadas no futebol brasileiro, com a profissionalização da profissão de árbitro, independência da Comissão de Arbitragem da organizadora da Série A (a CBF) e uma série de medidas para garantir a ‘transparência’ destes.

A origem de tal ofício veio após Textor pedir a uma empresa, a Good Game, um relatório no qual apontou uma série de erros de arbitragem que teriam prejudicado o Botafogo no Brasileirão e ajudado o Palmeiras. Segundo tal relatório pedido pelo empresário, caso tais lances fossem marcados conforme deveriam, o Alvinegro teria uma larga vantagem em pontos na liderança em relação ao Verdão.

PUBLICIDADE

Declarações de Textor, que insinuariam ‘corrupção’ dentro da CBF, causaram a suspensão deste em julgamento na última semana no STJD. O dirigente da SAF também teria indicado que tais erros citados no relatório da Good Game indicariam suposta ‘manipulação de resultados’ no futebol brasileiro, notando que esta serviria contra o Alvinegro e a favor do Verdão, especialmente no período de queda deste que o tirou a liderança do Brasileirão.

Além dos pedidos, John Textor indicou que pode procurar a Justiça Comum para poder investigar os erros apontados no relatório se for necessário o fazer, neste caso se a Justiça Desportiva não o fizer

Confira a nota oficial do Botafogo sobre o pedido ao STJD (extraída do site oficial do clube)

O Botafogo enviou, nesta quarta-feira (6), um ofício ao Presidente do STJD, José Perdiz, e ao Procurador-Geral do STJD, Ronaldo Piacente, solicitando que sejam tomadas providências com base em relatórios independentes emitidos por uma respeitada empresa de análise orientada para a tecnologia que prepara rotineiramente avaliações de árbitros e manipulação de jogos, relatórios para órgãos do futebol e como testemunha especializada em questões perante os tribunais. O ofício é apoiado por uma análise completa da conduta dos árbitros e participantes das partidas em vários jogos impactantes da Série A de 2023.

PUBLICIDADE

O Botafogo também sugeriu a intervenção do Tribunal para a elaboração de propostas e a adoção de medidas efetivas voltadas à melhoria e ao desenvolvimento da arbitragem e do futebol nacional:

1 – Regulamentação da profissão de árbitro de futebol profissional; 
2 – Independência institucional entre a entidade que regula a arbitragem de futebol profissional e a entidade organizadora da respectiva competição; 
3 – O acompanhamento técnico-científico dos lances e indicadores das partidas de futebol profissional masculino, com a contratação de empresas de auditoria independente, especializadas na análise de dados desportivos; 
4 – Criação de ranking de árbitros baseados nos erros cometidos ao longo do campeonato e, com base neste ranking, a adoção de critérios de promoção e rebaixamento para árbitros; 
5 – Transparência na escalação de árbitros para partidas de futebol profissional; além de outras medidas que venham a ser indicadas. 

O Botafogo reforça que envidará os maiores esforços no sentido de apurar os fatos narrados e contribuir para a evolução do futebol brasileiro, inclusive acionando a Justiça Comum, após esgotadas as instâncias da Justiça Desportiva.