Home Futebol Botafogo busca quebrar tabu de 50 anos na Libertadores; entenda

Botafogo busca quebrar tabu de 50 anos na Libertadores; entenda

Glorioso chegou na semifinal pela última vez em 1973, sua melhor marca na competição

Leonardo Siqueira
Meu nome é Leonardo Siqueira, sou estudante de Jornalismo na Uerj e apaixonado por esportes e pelo jornalismo esportivo. Trabalho como redator e participo de transmissões esportivas. Escrevo matérias sobre os mais diversos assuntos de esporte, com ênfase no futebol. Atuo como repórter e comentarista em transmissões radiofônicas no projeto "Escola de Narradores" da Uerj. Recentemente, comecei a desenvolver um podcast chamado "Jogo Sujo". Um podcast narrativo no qual tratamos sobre casos de corrupção esportiva. Gosto de escrever sobre esportes, comentar, assistir e até praticar. Em meus textos, tento levar a informação ao público da forma mais atrativa e acessível ao público. Sempre com o compromisso com a verdade dos fatos. Aqui estão alguns exemplos do meu trabalho: - Reportagem sobre transmissões esportivas por streaming: https://leduerj2023.wixsite.com/led-uerj/post/e-o-jogo-de-hoje-onde-vai-ser-a-nova-era-das-transmiss%C3%B5es-do-futebol-no-brasil - Podcast "Jogo Sujo": https://open.spotify.com/episode/3zjUBZ9ToZhSrrKFPMUUES?si=sWUERR6GS2aj8zKIjqeYKw - Transmissão de Croácia x Marrocos, disputa do 3º lugar da Copa do Mundo de 2022, pelo projeto Escola de Narradores da Uerj: https://www.youtube.com/live/pc4UtorNFZA?si=6hMtPjF_5zmzAGuZ Meus hobbies são: assistir futebol, séries e leituras esportivas. Obrigado pela visita! Espero que tenha gostado de me conhecer um pouquinho melhor!
Time do Botafogo em empate contra a Portuguesa pelo Campeonato Carioca de 2024.

Botafogo contra a Portuguesa pelo Campeonato Carioca (Foto: Vítor Silva/ Botafogo)

O Botafogo volta à Libertadores e vai em busca do título inédito, em sua sexta participação no torneio. Mas, para isso, o Glorioso precisa superar uma marca que dura desde 1973: chegar à semifinal.

PUBLICIDADE

Há 50 anos, o Alvinegro chegava à competição como vice-campeão Brasileiro. Na época, a fase de grupos da Libertadores era dividida entre países, e a equipe carioca ficou na mesma chave do Palmeiras e os uruguaios Peñarol e Nacional.

Com quatro vitórias, um empate e uma derrota, o Botafogo venceu o jogo de desempate contra o Palmeiras e avançou para a semifinal, que era disputada em um formato de dois triangulares. O Glorioso, no entanto, ficou na última colocação de seu grupo com Independiente e Colo Colo e deu adeus à competição. 

PUBLICIDADE

Participações do Botafogo na Libertadores

A estreia do Alvinegro na Libertadores foi em 1963, dez anos antes, quando também chegou na semifinal. Com 100% de aproveitamento na primeira fase, o Glorioso foi eliminado pelo Santos de Pelé. No jogo de ida, as equipes empataram em 1 a 1, no Pacaembu, mas o Peixe levou a melhor na volta no Maracanã, vencendo por 4 a 0. Pelé marcou três gols. 

Após duas semifinais, no entanto, o clube só retornou à competição em 1996. Comandado por Túlio Maravilha, o Glorioso chegou ao torneio como campeão brasileiro, mas foi eliminado pelo Grêmio nas oitavas de final.

Neste século, a primeira participação do Botafogo na Libertadores foi em 2014. Após 18 anos longe do torneio, a equipe carioca teve seu pior desempenho na competição e foi eliminada ainda na fase de grupos. 

Já em 2017, três anos depois, a história foi diferente. O Alvinegro começou na fase Pré-Libertadores, assim como neste ano, e eliminou o Colo-Colo, do Chile, e depois o Olimpia, do Paraguai. Na fase seguinte, se classificou em um grupo com Barcelona de Guayaquil, Estudiantes e Atlético Nacional de Medellín, que era o atual campeão continental.

PUBLICIDADE

Nas oitavas, eliminou o Nacional-URU e avançou para encarar o Grêmio. Após empate sem gols no Rio de Janeiro, o Botafogo foi derrotado pelo Tricolor no jogo de volta, por 1 a 0, e deixou a competição nas quartas de final.

O Glorioso estreia na Pré-Libertadores nesta quarta-feira (21), às 21h30 (de Brasília), contra o Aurora, na Bolívia. O jogo de volta será disputado na quarta-feira (28) da semana que vem, no Estádio Nilton Santos, também às 21h30 (de Brasília).