Home Futebol Chico Garcia detona Mano Menezes após saída no Corinthians: “Barriga cheia”

Chico Garcia detona Mano Menezes após saída no Corinthians: “Barriga cheia”

Comentarista alfinetou o último trabalho do experiente treinador, que embolsou altas cifras de rescisão com o alvinegro

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Chico Garcia detona Mano Menezes após saída do Corinthians

Chico Garcia durante edição do "Jogo Aberto" (Reprodução - Jogo Aberto - YouTube)

PUBLICIDADE

O jornalista Chico Garcia disparou contra Mano Menezes nesta segunda-feira (12), na edição do “Jogo Aberto”. Ao ser questionado sobre a estreia de António Oliveira no Corinthians, ele prospectou um cenário de remontada, e disse que o antecessor do técnico português se mostra acomodado nos últimos trabalhos.

“Opa, o Corinthians contratou um treinador. Com todo respeito ao Mano Menezes, mas ele está de barriga cheia no futebol, essa é a sensação que eu tenho. Ele tem uma história, mas ele parecia acomodado em alguns aspectos”, iniciou Chico Garcia, citando que o ambiente do Corinthians já se mostra outro neste início de trajetória de António Oliveira.

“Além disso, ficou muito claro nas entrevistas de ontem, inclusive do Yuri, que ele tinha perdido o grupo de jogadores. O Mano não tinha sintonia com o elenco e nunca teve com essa diretoria”, complementou o comentarista.

PUBLICIDADE

Ainda na lanterna do Grupo C, o Corinthians chegou aos seis pontos faturados, mas já deixou a zona do rebaixamento, empurrando a própria Portuguesa. O alvinegro volta a campo nesta quarta-feira (14), diante do Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 8ª rodada do certame estadual.

Criticado por Chico Garcia, Mano Menezes teve desempenho fraco no Corinthians

A terceira passagem de Mano no Timão esteve longe de empolgar. Ao todo, foram 19 jogos realizados, com apenas seis vitórias. De acordo com o TNT Sports, o clube paulista vai desembolsar pouco mais de R$ 10 milhões ao técnico por conta da multa rescisória vigente fixado no contrato assinado por ele com a antiga gestão, chefiada por Duilio Monteiro Alves.

O desempenho foi o mais fraco em comparação com os outros dois trabalhos do técnico do Timão. Em 2014, foram 61 jogos e 31 triunfos. Já na passagem inicial, foram 177 partidas e 99 vitórias.