Home Mercado da Bola Mauro Cezar aponta rival como possível destino de Gabigol: “Mais provável”

Mauro Cezar aponta rival como possível destino de Gabigol: “Mais provável”

Flamengo, Corinthians, Palmeiras: jornalista avaliou possíveis cenários para o atacante rubro-negro

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com
Mauro Cezar vê Gabigol mais perto da saída do Flamengo

Montagem Torcedores.com com base em imagens de Mauro Cezar Pereira e Gabigol

O futuro de Gabigol segue incerto. Diante da informação de que o atacante estaria sendo ‘fritado’ internamente pelos dirigentes do Flamengo, o jornalista Mauro Cezar Pereira comentou sobre a situação do ídolo Rubro-Negro.

PUBLICIDADE

 “O que se reivindica nessa forçada de barra? O que a diretoria do Flamengo está fazendo contra ele? Na verdade é o contrário. O Departamento de Futebol começou uma negociação pela renovação de contrato, que não faria sentido do ponto de vista do Flamengo”, questionou Mauro Cezar.

Com contrato com o Flamengo até o final de 2024, Gabigol já poderia assinar um pré-contrato a partir do meio do ano. Para Mauro Cezar, a situação do atleta é bastante complicada tanto por uma renovação ou saída do clube.

PUBLICIDADE

“Muito difícil a situação dele realmente. Acho factível que ele assine pré-contrato com alguém ou vá levando e decida seu futuro mais pra frente. Pode até usar uma proposta de outro clube pra pressionar o Flamengo, que faz parte do jogo”, iniciou Mauro.

Logo após, o jornalista indicou o Corinthians como possível destino de Gabigol a partir de 2025.

“O mais provável seria uma proposta do Corinthians, que faz essas maluquices. O Igor Coronado vai custar cerca de R$ 2 milhões por mês. Jogador que nunca jogou numa liga importante da Europa, no Brasil, estava no futebol saudita. Acho que pro Corinthians seria possível e, em tese, o mais provável”, disse Mauro Cezar.

O comentarista também não acredita que o Palmeiras pode ser um destino devido o perfil do treinador Abel Ferreira e das contratações recentes do clube alviverde.

PUBLICIDADE

“Acho difícil o Palmeiras querer um jogador com esse perfil. Pelo perfil do elenco, não uma questão técnica. O técnico do Palmeiras não curte muito jogadores com esse perfil. Prefere mais jogadores mais ‘low profile’”, finalizou.