Home Futebol Denílson “esquece” Flamengo e aponta time a ser batido no Brasil

Denílson “esquece” Flamengo e aponta time a ser batido no Brasil

Ex-jogador vê equipe com uma frieza absurda mediante aos desafios e confrontos complicados, onde busca remontadas

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Tite, ex-técnico da seleção brasileira

Tite durante entrevista coletiva no Flamengo (Marcelo Cortes - Divulgação - Flamengo)

A temporada 2024 está apenas nos primeiros meses de disputa, mas é impossível não entrar no debate de quais times se apresentam como possíveis dominantes no cenário nacional. No programa “Jogo Aberto” desta quinta-feira (21), o comentarista Denílson classificou o Palmeiras de Abel Ferreira como um time a ser batido no país.

PUBLICIDADE

O ex-jogador estava fazendo uma análise do confronto que o Verdão terá pela frente diante do Novorizontino, pelas semis do Paulistão, quando teceu elogios ao time palestrino pela capacidade se reinventar e reverter cenários, que por muitas vezes, se mostraram estar definidos.

“Está pronto outra vez, e nos momentos decisivos, não tem conversa. Os caras não dão aquela velha pipocada não, a bola não queima nos pés. O Abel Ferreira disse na última coletiva que se quiserem jogar a pressão para o lado do Palmeiras pode jogar que o time aguenta, e é verdade”, iniciou Denílson.

PUBLICIDADE

“Hoje o Palmeiras é o time a ser por vários motivos, e a gente falou e vai continuar falando do excelente trabalho do Abel. O Novorizontino não é surpresa estar classificado, pelo que construiu e mostrou durante o Campeonato Paulista, mas vai enfrentar um time muito pronto. Vai ser uma grande surpresa se o Novorizontino avançar”, complementou o ex-jogador.

Elogiado por Denílson, Palmeiras pode atingir marcas históricas do passado

Semifinalista do Paulistão, o time de Abel Ferreira pode faturar o título do estadual de forma invicta, algo que não acontece desde 1972. Além disso, o clube palestrino tem a chance de conquistar o terceiro troféu de forma consecutiva na competição, o que só aconteceu uma única vez na história do alviverde, mais precisamente na década de 1930.

Abel Ferreira, de quebra, pode igualar Oswaldo Brandão como o técnico que mais empilhou títulos no comando do Verdão. Se vencer o Paulistão 2024, o português chegará à 10ª conquista, em menos de quatro anos de clube.