Home Futebol Kfouri aponta jogador da seleção brasileira que terá “pesadelos” após empate contra a Espanha

Kfouri aponta jogador da seleção brasileira que terá “pesadelos” após empate contra a Espanha

Jornalista acredita que Beraldo errou em lance do gol de Olmo e teve dificuldade na marcação

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Beraldo e Rodrygo

Beraldo e Rodrygo em partida do Brasil x Espanha (Denis Doyle/Getty Images)

Nesta terça-feira (27), a seleção brasileira completa seus primeiros amistosos sob o comando de Dorival Júnior. Com vitória por 1 a 0 contra a Inglaterra e empate por 3 a 3 contra Espanha, o saldo é positivo para os torcedores. Porém, o duelo contra a Furia foi extremamente complicado no quesito de marcação, rendendo caneta e corte em gol de Olmo a Beraldo e a dificuldade de marcar Lamine Yamal. Esta questão foi relembrada por Juca Kfouri em programa.

PUBLICIDADE

Juca Kfouri analisa desempenho de Beraldo

Na sua primeira convocação na seleção brasileira, o zagueiro do PSG teve grande trabalho com a missão de marcar o atacante Lamine Yamal. O jogador de apenas 16 anos conta com velocidade e técnica que rendeu a maioria das ofensivas espanholas pelo seu lado do gramado. Inclusive, o lance que gerou o primeiro gol foi entre Beraldo e o jogador.

Na sequência, Beraldo sofreu uma caneta na área de Olmo, com corte que renderia o segundo tenho espanhol. Apesar das falhas na partida, o zagueiro se mostrou pronto para os desafios da titularidade, mas teve alerta de Juca Kfouri, em programa Fim de Papo do Portal UOL.

PUBLICIDADE

O comentarista esportivo brincou com o lance: “Beraldo não vai dormir hoje tendo pesadelos com Yamal e com a caneta que ele levou naquele belíssimo segundo gol espanhol, diga-se de passagem”. Para Juca Kfouri o sistema defensivo, não apenas a dupla de zaga, rendeu muito espaço para a Espanha e deve ser analisado, mas reforçou que Dorival Júnior teve pouco tempo para trabalhar com a seleção brasileira. Logo, as próximas partidas devem ser mais organizadas.

Em entrevista coletiva, Beraldo se mostrou tranquilo, apesar da atuação questionada por alguns torcedores, e disse: “Acho que tudo na vida é um aprendizado. Independentemente se eu errei ou acertei, acredito que eu sempre vou levar como aprendizagem para minha vida. Independentemente de se eu errei no lance do pênalti, não posso cometer mais esse erro e aprender com esse erro. Eu acho que estou satisfeito, sim, com meu jogo e é uma evolução para mim”.