Home Futebol Leila Pereira e Endrick, do Palmeiras, viram destaques da seleção brasileira

Leila Pereira e Endrick, do Palmeiras, viram destaques da seleção brasileira

Dupla do Verdão brilha dentro e fora de campo e coloca o clube em evidência  

Márcio Padula
Jornalista e publicitário. Redator e editor de conteúdos para sites, revistas, jornais, blogs, informativos. Trabalho com mídia impressa, publicidade e assessoria de comunicação há mais de 25 anos. Experiência em jornais, revistas, blogs, atuando na elaboração, redação e editoração de textos, matérias, colunas. Responsável, por 10 anos, por uma editora de revistas customizadas. Mais de cinco anos de experiência em publicidade e desde 2021 editor de conteúdo na empresa Navve (torcedores.com).
Endrick, do Palmeiras

Endrick, do Palmeiras, comemora o seu primeiro gol pela seleção brasileira - Catherine Ivill/Getty Images

Leila Pereira e Endrick, a dupla dinâmica do Palmeiras, desembarcou na Europa há uma semana, brilhou dentro e fora do campo e em sete dias virou notícia no mundo.    

PUBLICIDADE

Tanto Leila, quanto Endrick tiveram posicionamentos acertados, e o jogador ainda fez uma partida digna de gente ‘grande’ e fez o seu primeiro gol pela seleção brasileira contra a Inglaterra.

A presidente do Verdão também tem o mérito de fazer da nomeação de chefe da delegação brasileira na excursão de estreia do técnico Dorival Júnior, um cargo sem muita importância, algo significativo.

PUBLICIDADE

Assim, Lelia Pereira fez mais do que outros nunca fizeram e mostrou que ali não estava só figurando. A dirigente fez questão de se posicionar sobre as prisões de Robinho e Daniel Alves por estupro, fato que a CBF não fez de imediato.  

Endrick entrou em campo para fazer mais uma vez história  

Já no campo, Endrick entrou no Wembley para mais uma vez na história, entrando e fazendo o gol da vitória da seleção brasileira.

Não precisou muito, 15 minutos e o atacante do Palmeiras fez seu primeiro gol pela seleção principal do Brasil, e se tornou o quarto brasileiro mais jovem a fazer um gol.

Nas entrevistas concedidas por Endrick, ele mostrou que, mesmo garoto, já sabe bem o que é o seu feito em Wembley, templo do futebol.

PUBLICIDADE

Não só isso, Endrick ainda disse que é fã de Bobby Charlton, lendário atacante do Manchester United e da seleção inglesa, campeão da Copa do Mundo de 1966.

“Eu sempre via algumas coisas do passado. Fui procurar um pouco do Puskás e pude ver ele. E depois que ele foi lançado no Fifa, a primeira coisa que fiz foi comprar ele para o meu time. Depois, fui procurar um pouco mais a história dele. Infelizmente ele faleceu. Eu fico lisonjeado de jogar nesse estádio, onde ele é ídolo e pôde fazer gol”, exaltou Endrick.

Por fim, Endrick foi destaque também nas redes sociais do Manchester United. Em resumo: o garoto não para de brilhar.